notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 16/12/2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    menos violência

    Alunas Isadora e Thablicya, da escola Adelaide Link, premiada pelo segundo ano com projeto para promover a paz e desenvolvido entre os alunos

    Câmara faz entrega do Prêmio Promotor da Paz

    por Silvestre Silva Santos com assessoria | Publicada em 30/11/2017 às 19h12| Atualizada em 01/12/2017 às 15h19

    A Câmara Municipal de Gravataí realiza agora à noite a entrega do Prêmio Promotor da Paz, instituído em 2005 com a intenção de reconhecer e valorizar as iniciativas existentes em Gravataí e que, a partir de seus trabalhos e atividades, favoreçam a construção da cultura da paz e da superação das várias formas de violência.

    Entre setembro e novembro diversas instituições inscreveram seus projetos para concorrer ao prêmio. Após este período uma Comissão de Avaliação de Projetos, composta por um vereador de cada partido com representatividade na Câmara, reuniu-se e escolheu os vencedores em cada categoria.

    Na edição deste ano, o prêmio contempla sete projetos nas modalidades órgão público, escola, ação de preservação do meio ambiente, melhor campanha publicitária, destaque especial, pessoa jurídica e organização não-governamental. A sessão solene de entrega do prêmio inicia às 19h30min, no plenário da Câmara de Vereadores de Gravataí.

    --- Este prêmio é importante pela valorização daqueles que trabalham em prol de uma sociedade mais segura e que empregam a cultura de paz diariamente em suas comunidades, escolas e ambientes de trabalho --- destaca o presidente da Câmara, vereador Nadir Rocha (PMDB).

     

    OS PREMIADOS

     

    Categoria Órgão Público - Projeto Arte Gestacional:

    Integrando o projeto Bebê Saúde/PIM da Secretária Municipal de Saúde, o projeto Arte Gestacional promoveu a autoestima das gestantes e o aumento do vínculo entre mãe e bebês através da pintura das barrigas (arte gestacional), simulando a visão do bebê pelo lado externo do abdômen gravídico.  A Arte Gestacional visou ações no ambiente da saúde coletiva para iniciação na Primeira Infância de indivíduos mais seguros em todos os ciclos da vida, contribuindo, desta forma, para uma sociedade mais justa e humanizada, e promovendo a cultura da paz.

     

    Categoria Escola - Corrente do Bem – Eu Sou da Paz:

    O projeto realizado pela Escola Estadual de Ensino Médio Adelaide Pinto de Lima Linck visou adotar as atitudes de solidariedade, cooperação e repúdio às injustiças e discriminações que transcendem o ambiente escolar. O projeto trabalhou com vídeos e debates afim de elucidar o respeito mútuo como condição necessária para o convívio social democrático, respeitando o outro e compreendendo as relações de igualdades.

     

    LEIA TAMBEM

    Em tempos de guerra, fomos à escola onde se promove a paz

     

    Categoria Ação de Preservação do Meio Ambiente - Desapegue! Preserve o Planeta:

    Elaborado pelo Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos (Gensa), o projeto buscou através do ato da doação conscientizar os alunos. O ato de repensar o uso exacerbado de bens de consumo e seu descarte correto foi trabalhado nesse projeto. Tudo que foi arrecadado por meio do projeto foi doado a instituições responsáveis.

     

    Categoria Melhor Campanha Publicitária - Viva Paz:

    Realizado por alunos da Escola Estadual Nicolau Chiavaro Neto, o projeto Viva Paz tem como objetivo mostrar para as pessoas meios diferentes de resolver seus problemas de uma forma mais pacífica. Foi realizada uma apresentação para as turmas do turno da tarde, além de entrega de panfletos nas sinaleiras adjacentes à escola e apresentação de vídeos nos turnos da manhã e tarde.

     

    Categoria Destaque Especial Promotor da Paz - Caminhada pela Vida:

    O projeto organizado pelo Colégio Cenecista Nossa Senhora dos Anjos buscou sensibilizar a comunidade escolar para a necessidade de ações solidárias que permitem o bem-estar de crianças e jovens acometidos pelo câncer. A 4º Caminhada pela Vida bateu recorde de vendas nas camisetas, o que rende recursos para o Instituto do Câncer Infantil do Rio Grande do Sul.

     

    Categoria Pessoa Jurídica - Paz e Solidariedade caminhando juntas:

    A turma 31 da Escola de Ensino Médio Dora Dimer desenvolveu o projeto “Paz e Solidariedade Caminhando Juntas”, realizando diversas atividades, como: cartazes para a paz, campanha de arrecadação de alimentos para a doação ao Asilo Nossa Senhora da Medianeira, blitz da paz na escola. Todas as atividades envolveram alunos, pais e comunidade escolar.

     

    Categoria Organização Não-Governamental - PREVER – Projeto de Recreação e Esporte da Vila Elisa e Região:

    O projeto, organizado pela Associação dos Moradores da Vila Elisa e Loteamento São Vicente (Amvesvi), atende crianças e adolescentes com idades de 6 a 17 anos, em situação de vulnerabilidade social, em turno inverso ao da escola. O projeto é voltado ao futebol, com treinos e jogos de campeonatos realizados nos finais de semana. São desenvolvidas atividades recreativas, esportivas e de lazer, incentivando aptidões e habilidades para a construção de um projeto de vida.

     

     

    • empresas de valor
      TDK: poucos conhecem, mas todos usam
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • crime na saúde
      Ex-vereador de Gravataí é citado no Caso Gamp
      por Eduardo Torres
    • coluna do silvestre
      Começa a duplicação das pontes do Parque
      por Silvestre Silva Santos
    • histórico
      PC Magalhães, o caçula do mundial tricolor
      por Eduardo Torres
    • app
      Aplicativo para deixar as mulheres mais belas
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • coluna do silvestre
      Gravataí ganha café de R$ 750 mil nesta sexta
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      Precisa vereador pedir dinheiro para Marcha para Jesus?
      por Rafael Martinelli
    • crime
      Mansão em Cachoeirinha é elo entre tráfico e política
      por Eduardo Torres
    • funcionalismo
      Ano vai terminar sem greve em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • meio ambiente
      Já se sabe onde investir, resta cobrar pela água
      por Eduardo Torres
    • opinião
      Queremos sangue, como o matador de Campinas?
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      RS-118 não fica pronta no ano que vem
      por Silvestre Silva Santos
    • rs em crise
      OPINIÃO | Perderemos 32 milhões se baixar ICMS
      por Rafael Martinelli
    • investimento
      A boa notícia de 700 empregos
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      OPINIÃO | Gravataí ainda não preencheu vagas de médicos
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Shopping vai dar muitos presentes de Natal
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • seca
      Sem chuva, captação no Rio Gravataí pode parar
      por Eduardo Torres
    • redes sociais
      Vereador ganha liminar para excluir post de eleitor
      por Rafael Martinelli
    • segurança
      OPINIÃO | Inocente bom é inocente vivo
      por Rafael Martinelli
    • crime na saúde
      Empresa levou R$ 500 mil supostamente desviados
      por Eduardo Torres
    • crime na saúde
      Ex-secretária de Gravataí é sócia de empresa no alvo do MP
      por Eduardo Torres
    • crime na saúde
      Empresa de Gravataí envolvida em desvio na saúde
      por Eduardo Torres
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Eduardo Torres | EDITOR | eduardo@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.