notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 21/01/2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    superação

    Iracema Maria Araújo Goulart vai estudar psicologia

    Iracema, do acolhimento para a universidade

    por Redação | Publicada em 06/03/2018 às 16h11| Atualizada em 13/03/2018 às 15h38

    Realizar o sonho de entrar na faculdade e fazer a graduação no curso que sempre almejou é uma grande conquista na vida de muitos jovens, e foi isso que Iracema Maria Araújo Goulart, que frequentou desde os 14 anos o Serviço de Acolhimento Institucional (SAI), mantido pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal da Família, Cidadania e Assistência Social (SMFCAS), conseguiu.

    Na segunda-feira, a jovem assinou o Termo de Ciência e Responsabilidade no Ministério Público em Porto Alegre.

    - Foram quatro anos no abrigo, a vontade de estudar e ser alguém vem desde pequena. Escolhi este curso baseada na minha história e por ser uma das áreas que me identifico - contou a futura universitária:

    - Foi um choque receber a notícia, fiquei muito feliz. Agora é só sucesso, desistir nunca.

    Para a coordenadora do Serviço de Acolhimento Institucional, Márcia Melo, é um "momento histórico":

    - Nunca se pensou que um adolescente de acolhimento iria fazer uma faculdade integral e gratuita. Nós trabalhamos por isso, damos o apoio e o suporte sempre.

    O benefício da bolsa de estudos integral e gratuita foi obtido em compromisso firmado pelo Ministério Público Estadual e o Ministério Público do Trabalho. O MP encaminha projetos e se compromete a fiscalizar que bens, prestações de serviços e valores sejam utilizados nesses programas.

    - O MP encaminhou à procuradora do trabalho Paula Araújo o projeto de bolsa de graduação para jovens do Acolhimento Institucional, e o MPT firmou o compromisso de conduta com a Ulbra - explica a promotora da Infância e da Juventude de Porto Alegre, Cinara Dutra Brag. 

    Ela ainda relatou que estes jovens podem ser de Porto Alegre, como também de municípios vizinhos onde existem as sedes, e que os critérios para a concessão da bolsa são pelo menos um ano de Acolhimento Institucional, idade máxima de vinte e quatro anos e ter a pontuação mínima de 450 pontos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

    - Ficamos muito contentes com esta parceria porque o Ministério Público do Trabalho tinha esta verba para destinar e nós tínhamos essa demanda por parte do acolhimento institucional, e queremos também estimular que o jovem do acolhimento, ainda que saia aos 18 anos, continue estudando porque ele tem, então, a perspectiva de uma bolsa de graduação.

    • segurança
      Carros da 99 POP terão câmeras de segurança
      por Eduardo Torres
    • coluna do silvestre
      GM diz que pode fechar fábrica de Gravataí
      por Silvestre Silva Santos
    • segurança
      Fotógrafo foi morto por dívida em Cachoeirinha
      por Eduardo Torres
    • em Brasília
      Marco Alba trata do Complexo de Educação Especial
      por Redação
    • coluna do silvestre
      Pedágio volta dia 15 mais caro do que o anunciado
      por Silvestre Silva Santos
    • meio ambiente
      O último ano dos canudos plásticos em Gravataí
      por Eduardo Torres
    • 2020
      ’Bolsonaro da Aldeia’ na briga pela Prefeitura
      por Rafael Martinelli
    • carnaval
      Corte de dinheiro para Carnaval é aprovado; exceto por petistas
      por Rafael Martinelli
    • governo bolsonaro
      Marco Alba em Brasília; sem embaixador
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Moro foi bem na GloboNews; já é um político
      por Rafael Martinelli
    • carnaval
      Gravataí não vai liberar dinheiro para escola de samba
      por Rafael Martinelli
    • segurança
      Uma em cada quatro armas legais é roubada no RS
      por Eduardo Torres
    • rs
      Ninguém de Gravataí no governo Leite
      por Rafael Martinelli
    • segurança
      O que será feito para salvar Ubers da violência
      por Eduardo Torres
    • segurança
      O debate fetichista sobre a redução da maioridade
      por Rafael Martinelli
    • educação
      Ulbra Gravataí demite um quinto dos professores
      por Eduardo Torres
    • coluna do silvestre
      App leva profissionais da beleza até você
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • habitação
      Moradores querem financiar casas da Granja em 35 anos
      por Eduardo Torres
    • polêmica
      Gravataí e Cachoeirinha podem ter armas liberadas
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Farda não garante santidade; promoção, talvez
      por Rafael Martinelli
    • segurança
      RETRÔ 2018 | Sem guerra das facções, na mira dos grandões
      por Eduardo Torres
    • economia
      RETRÔ 2018 | A volta dos investimentos na região
      por Eduardo Torres
    • meio ambiente
      RETRÔ 2018 | O preço do futuro preservado
      por Eduardo Torres
    • política
      RETRÔ 2018 | Do limão eleitoral à limonada política
      por Eduardo Torres
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Eduardo Torres | EDITOR | eduardo@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.