notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 24/10/2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    criminalidade

    Em agosto passado mais 44 integrantes da Guarda Municipal foram colocadas nas ruas de Gravataí para atuar no policiamento da cidade e ajudar a reduzir a criminalidade

    Por que caiu índice de homicídios em Gravataí

    por Silvestre Silva Santos | Publicada em 26/11/2018 às 18h18| Atualizada em 29/11/2018 às 18h13

    Caiu drasticamente o número de homicídios em Gravataí, de 2017 para 2018. Inacreditáveis 59,44% de redução, o índice mais expressivo entre os municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre. A vizinha Cachoeirinha seguiu o município-mãe de perto, com queda dos homicídios na ordem de 55,55%.

    Para se ter uma ideia, segundo reportagem veiculada pelo site gauchazh.com.br, no Rio Grande do Sul, dos 497 municípios  o levantamento apontou que 88 registraram aumento no número de casos, 262 mantiveram praticamente o mesmo número de assassinatos e 147 foram os que anotaram queda no total de mortes violentas.

    Os números consideraram os casos de 2017 para 2018 registrados os 10 primeiros meses (janeiro a outubro) do ano. Em todo o estado, o número de mortes violentas também se reduziu, passando de 2.485 homicídios em 2017 para 1.934 assassinatos no ano passado, uma queda de 22% conforme a notícia.

     

    QUANTO CAIU

     

    Em 2017: 146 homicídios

    Em 2018: 059 homicídios

    Queda de 59,44%

    Mais baixo índice desde 2012, quando aconteceram 52 homicídios.

     

    Conjunto de ações

     

    Para o secretário para Assuntos de Segurança Pública de Gravataí, Flávio Lopes, essa abrupta e repentina queda no número de homicídios dentro dos limites municipais é resultado de um substancial incremento no orçamento da Prefeitura para a área da segurança, além de uma crescente atuação com os órgãos do estado.

    --- Não tem uma razão específica, mas um conjunto de ações que foram colocadas em prática --- pontuou o secretário, ele mesmo um oficial da reserva da Brigada Militar.

    A investigação de condutas criminais específicas por parte da Polícia Civil, o aumento das operações da Brigada Militar, a ampliação do efetivo da Guarda Municipal que em agosto passado ganhou mais 44 agentes são parte do conjunto de medidas que contribuiu para a redução dos homicídios na aldeia dos anjos.

    --- A maior presença de nossos agentes (da Guarda Municipal) nas ruas e as ações integradas com as polícias do estado, civil e militar, inibem a presença de criminosos no município e obrigam os que continuam na cidade a repensarem suas atitudes, evitando ações criminosas --- explicou.

     

    O orçamento

     

    O coronel-secretário também destacou o pesado investimento do governo municipal, capitaneado pelo prefeito Marco Alba(MDB) para a pasta que comanda, dos Assuntos de Segurança Pública. Conforme Lopes, a dotação orçamentária passou de R$ 9 milhões em 2017 para R$ 15 milhões, aproximadamente, em 2018.

    Um aumento de 66% para uma queda na criminalidade inversamente proporcional, ou quase. O dinheiro foi destinado à compra de equipamentos para a Guarda Municipal, repasses à Polícia Civil e Brigada Militar através do Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro) e pagamento de pessoal.

     

    As câmeras

     

    Mas, principalmente, o orçamento da pasta da segurança de Gravataí contemplou a instalação de um sistema de videomonitoramento que conta com 318 câmeras espalhadas pela área urbana, o que permite um policiamento virtual e em tempo real em praças, prédios públicos e especialmente nas escolas do município.

    --- São equipamentos que nos permitem acompanhar o que está acontecendo em tempo real e, diante de eventuais suspeitas, é possível até mesmo evitar que algum tipo de ilícito criminal seja praticado --- explica.

     

    O que ele disse

     

    --- Em 2019 pretendemos manter a integração da Polícia Civil, Brigada Militar e Guarda Municipal de Gravataí, com mais operações em conjunto. Cada um fazendo a sua parte, cumprindo com sua parcela de responsabilidade, é possível diminuir basta nte os indicadores da criminalidade.

    Flávio Lopes

    Secretário municipal Para Assuntos de Segurança Pública

     

    Prisão importante

     

    Um dos fatos mais importantes deste ano, na avaliação do secretário Flávio Lopes, foi a prisão realizada no dia 16 passado por integrantes da Guarda Municipal de Gravataí. Foi retirado de circulação um integrante de uma facção criminosa de alta periculosidade, “um matador” na definição do secretário Flávio Lopes.

     

    PARA SABER

     

    1

    Na visão do secretário para Assuntos de Segurança Pública de Gravataí, outras ações que resultam na queda dos indicadores de criminalidade e de mortes violentas (homicídios) é o combate ao tráfico de drogas, por estarem intimamente ligados.

    --- São operações que transcendem os limites do município mas que são igualmente importante porque de alguma forma refletem aqui. Estas grandes apreensões de drogas são muito importantes para diminuir a violência --- garantiu o secretário.

     

    Da redação

     

    O Seguinte: tentou contato com o comandante do 17º Batalhão da Brigada Militar de Gravataí, tenente-coronel Paulo César Balardin, e com o titular da 1ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana (DPRM), Carlos Wendt, para comentarem a queda nos índices de homicídios.

    O comandante da BM passou a tarde em uma reunião de oficiais, em Cachoeirinha, e o delegado Wendt estava em audiência em Viamão, e por isso não atenderam à reportagem.

    • profissional de sucesso
      Fabiano Izabel, o novo nome forte dentro da Sogil
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      Quem são nossos 50 mil bolsonaristas mais fanáticos
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      O que ’caso Carús’ ensina a políticos da ’rachadinha’
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Sem acordo, indenizações da Pirelli restariam suspensas
      por Rafael Martinelli
    • aniversário
      Gravataí comemora hoje 139 anos de emancipação
      por Silvestre Silva Santos
    • cachoeirinha
      Por 13 a 2 Câmara derruba golpeachment
      por Rafael Martinelli
    • investimento
      Só faltou o buggy na abertura do maior posto SIM do estado
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • investimento
      Luciano Hang vem dar a largada na sua loja Havan
      por Silvestre Silva Santos
    • glorinha
      Caso Unick: MP investiga presidente por uso da Câmara
      por Rafael Martinelli
    • pontes do parque
      Saiba porquê a inauguração das pontes vai atrasar uns dias
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      Bordignon critica Marco Alba e o governo; a Rainha protegida
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Gravataí vai ter novo centro comercial
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Vereador quer CPI de fraude no SUS em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      O pedido de Ciro para campanha de Anabel em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Cinco homens e um destino, ser sucessor de Marco Alba
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.