notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 23/09/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    educação

    Assembleia de quarta à noite reuniu cerca de 500 pessoas, a grande maioria pais de alunos da escola Tuiuti, cujas instalações que abrigam salas de aulas haviam sido interditadas poucas horas antes. FOTO | Divulgação

    A interditada Tuiuti se distribui na vizinhança e retoma aulas na segunda

    por Silvestre Silva Santos | Publicada em 14/11/2019 às 17h19| Atualizada em 18/11/2019 às 18h34

    A escola Estadual de Ensino Médio Tuiuti, do bairro Bonmsucesso, em Gravataí, que está com quatro pavilhões de salas de aula (16 salas) mais biblioteca e sala de multimídia interditados, não teve aula nesta sexta-feira justamente por conta da medida, cuja notificação foi entregue no começo da tarde de ontem por um engenheiro da Secretaria Estadual de Obras e Habitação à diretora, professora Geovana Rosa Affeldt. Nem vai ter aula nesta sexta-feira, 15 de novembro, feriado nacional por conta da Proclamação da República.

    Mas, mesmo com a greve do professorado confirmada hoje para iniciar na próxima segunda-feira, os alunos da Tuiuti vão ter aula, sim. Foi o que garantiu a diretoria Geovana dizendo que esse foi um consenso entre os professores do educandário, considerando as dificuldades que os quase 1.200 estudantes vêm enfrentando desde o ano passado por conta, principalmente, dos problemas estruturais da escola, com ênfase para a cobertura e rede elétrica.

    Com os pavilhões que abrigam todas as salas de aulas da Tuiuti interditados, a solução foi apelar para a vizinhança. Com isso, a partir de segunda (18/11), a estrutura de ensino vai mudar para dependências do CTG Carreteiros da Saudade, da Igreja São José e da Associação Comunitária Amigos do Bairro Bonsucesso, mesmo bairro em que se localiza a escola há cerca de 40 anos.

     

    LEIA TAMBÉM

    Estado interdita mais 12 salas de aula da Tuiuti e escola para 1.200 alunos está ameaçada

    Conselho vai dar ultimato ao governo sobre obras na Escola Tuiuti

     

    Mobilização

     

    Cerca da metade dos pais de alunos do Tuiuti se mobilizaram ainda na noite de ontem e participaram de uma reunião – cerca de 500 pessoas – no salão da escola para discutir soluções e conhecer as providências tomadas pela direção. O conselheiro José Amaro Hilgert, que é de Gravataí e faz parte do Conselho Estadual de Educação, também esteve no encontro que classificou o encontro como uma “representativa assembleia”.

    Pais de alguns alunos chegaram a convocar para a manhã desta quinta uma mobilização de protesto em frente à Tuiuti na manhã de hoje, a partir das 8h30min, movimento que foi esvaziado pela fina chuva que caia sobre a cidade. A diretora Geovana Affeldt revelou que até i final da noite de hoje (período de aulas) vai ser definida a estratégia de mudança de local das aulas.

    --- Nossa intenção é não permitir que as aulas sejam suspensas com essa interdição. Nem com a greve. Muitos professores da escola apoiam a greve mais decidiram não parar com as aulas para não penalizar mais os nossos alunos que já estão enfrentando estes problemas desde o ano passado e não tem culpa alguma da situação estar assim --- afirmou.

     

    ATENÇÃO


    O horário das aulas, bem como a definição do local em que cada turma vai ter aula a partir de segunda vão ser anunciados neste final de semana na rede social que a Tuiuti tem no Facebook.

     

    Conselho

     

    O Conselho Estadual de Educação está sendo mobilizado para acompanhar os desdobramentos da interdição promovida pelo estado nas instalações que abrigam salas de aula na Escola Estadual Tuiuti. De acordo com o conselheiro José Amaro Hilgert, a intenção é realizar uma fiscalização para os alunos não sejam mais prejudicados e, ao mesmo tempo, auxiliar a direção do educandário na busca de soluções.

    --- Vamos verificar as instalações onde as aulas vão ser ministradas para evitar que eles acabem sendo obrigados a estudar em locais piores do que aqueles em que estavam até agora --- disse Hilgert.

     

     

     

     

     

    • política
      Ruiu conspiração anti-Marco Alba
      por Rafael Martinelli
    • política
      Juíza acaba com sessões às escondidas na Câmara
      por Rafael Martinelli
    • gravataí
      Décimo antecipado; 10 milhões na economia
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Metade de Gravataí é grupo de risco; isso o IBGE não mostra
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Hospital de Campanha de Gravataí vai fechar
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.