notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 24/10/2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    dissídio

    Comissão de negociação de governo e direção do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública de Gravataí, em reunião na sexta

    COLUNA DO MARTINELLI (EM VÍDEO) | Prefeito não dará reajuste a servidores em Gravataí

    por Rafael Martinelli | Publicada em 26/06/2017 às 15h15| Atualizada em 01/07/2017 às 14h04

     

    Não há como não fazer spoiler e não contar o fim dessa série Netflix em que governo e sindicato dos professores chegaram ao segundo capítulo em Gravataí.

    A não ser que aconteça uma grande virada dramática, o prefeito Marco Alba não vai dar reposição salarial ao funcionalismo.

    Para entender as causas e consequências, é preciso contar de trás para frente essa mistura de House of Cards, Scandal e Walking Dead com Twin Peaks, porque os desencontros e intrigas envolvem presente, futuro e um passado que, desde os anos 90, coloca os protagonistas em lados políticos e ideológicos distintos.

    Quem matou Laura Palmer, no episódio de hoje o Ipag (o instituto de previdência e saúde dos servidores), é a trama dessa temporada.

    Na linguagem das redes sociais, o governo entende que o sindicato é ‘petralha’ e o sindicato entende que o governo é ‘coxinha’.

    No primeiro governo, Marco fez ajustes na folha de pagamento.

    Na eleição, o sindicato encomendou até pesquisa para mostrar a rejeição do prefeito.

    Em meio a isso, o servidor público vai de herói a vilão.

    Na reunião de sexta-feira, o sindicato trouxe uma pauta de 57 itens e um pedido de reposição de 17%, onde calcula perdas dos últimos anos.

    Já o governo colocou o Ipag Previdência e o Ipag Saúde na sala.

    A Previdência com um cálculo bilionário para garantir aposentadorias.

    O plano de saúde dos funcionários com um gasto de 3 milhões a mais do que arrecada.

     

    LEIA TAMBÉM

    COLUNA DO MARTINELLI | Governo vai colocar o Ipag Saúde na sala

     

    O recado de Marco Alba, que não participou da reunião, é claro: a política salarial não avança um centavo sem que se ache uma solução para fechar as contas do Ipag.

    - Não há como avançar em nada que envolva valores – resumiu Alexsandro Lima Vieira, secretário de Administração de Gravataí.

    E é um rombo que, nas contas do governo, pode precisar de 15 anos para ser tapado, projetando inúmeras temporadas.

     

    LEIA TAMBÉM

    Sem resolver Ipag, funcionalismo pode ter salários congelados

     

    O som do silêncio é a opção da direção do sindicato. Ninguém da comissão de negociação quis dar entrevista.

    Conforme a presidente Vitalina Gonçalves, uma coletiva será marcada, talvez nesta semana.

    O governo ficou de entregar até esta segunda informações pedidas pelo sindicato. De convergência, apenas a preocupação dos dois lados com o Ipag, hoje sob o risco de virar um zumbi, tipo Walking Dead.

     

    LEIA TAMBÉM

    COLUNA DO MARTINELLI | O silêncio do sindicato dos professores

    Por que não investigar o Ipag?

    • profissional de sucesso
      Fabiano Izabel, o novo nome forte dentro da Sogil
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      Quem são nossos 50 mil bolsonaristas mais fanáticos
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      O que ’caso Carús’ ensina a políticos da ’rachadinha’
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Sem acordo, indenizações da Pirelli restariam suspensas
      por Rafael Martinelli
    • aniversário
      Gravataí comemora hoje 139 anos de emancipação
      por Silvestre Silva Santos
    • cachoeirinha
      Por 13 a 2 Câmara derruba golpeachment
      por Rafael Martinelli
    • investimento
      Só faltou o buggy na abertura do maior posto SIM do estado
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • investimento
      Luciano Hang vem dar a largada na sua loja Havan
      por Silvestre Silva Santos
    • glorinha
      Caso Unick: MP investiga presidente por uso da Câmara
      por Rafael Martinelli
    • pontes do parque
      Saiba porquê a inauguração das pontes vai atrasar uns dias
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      Bordignon critica Marco Alba e o governo; a Rainha protegida
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Gravataí vai ter novo centro comercial
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Vereador quer CPI de fraude no SUS em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      O pedido de Ciro para campanha de Anabel em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Cinco homens e um destino, ser sucessor de Marco Alba
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.