notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 26/09/2017

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    tchau corsan

    Marco Alba e Sartori no Almoçando com a Acigra, em agosto deste ano

    O ultimato de Sartori que Marco não vai cumprir

    por Rafael Martinelli | Publicada em 12/09/2017 às 12h45| Atualizada em 18/09/2017 às 16h55

    Há uma semana, antes de embarcar para a Alemanha, o governador deu um ultimato aos prefeitos dos nove municípios da Região Metropolitana onde a Corsan quer fazer negócio com a iniciativa privada para até 2029 tratar a água, esgoto e recuperação do Rio Gravataí.

    – Estamos embrulhados na PPP – disse José Ivo Sartori, sobre a Parceria Público Privada de R$ 2,3 bilhões, onde R$ 1,8 bilhão viria da iniciativa privada e outro meio bilhão da estatal.

    – Queremos fazer, mas não conseguimos. Se na semana que vem não estiver resolvido esse problema, a PPP vai ser feita pela Corsan com quem quiser fazer. Quem não quiser fazer, fique fora. Pronto. O resto vamos tocar para frente – advertiu o gringo, concluindo:

    – Chega de conversa fiada. Todo mundo precisa de alguma coisa. Agora tem coisas que não podem ficar paradas seis, sete ou oito meses por causa do tal diálogo e entendimento. Governar é contrariar interesses.

    A semana que vem que Sartori falou começou nesta segunda com uma certeza: Gravataí não vai aderir à PPP.

    – Vamos abrir a concessão por 35 anos para que todas as pessoas tenham água tratada (em 5 anos), esgoto tratado (em 10 anos) e o Rio Gravataí esteja despoluído (em 15 anos). Se a Corsan, que presta um péssimo serviço, quiser participar da licitação, participe – disse o prefeito Marco Alba, para a centena de participantes da reunião da Gestão Participativa na Associação de Moradores da Cohab A que o Seguinte: acompanhou de 19h30 às 23h.

    – Já ofereceram vantagens para o município assinar, mas como vamos acreditar que a Corsan fará para os nove municípios o que não fez em 40 anos? Fui gestor lá e sei que não tem como – contou o prefeito da 'capital da falta de água', lembrando sua passagem entre 2008 e 2010 como secretário de Saneamento do governo Yeda Crusius, onde tinha como presidente da companhia Luiz Zaffalon, hoje secretário de Projetos Especiais em Gravataí.

    – Queremos independência. Querem nos amarrar a um sistema onde a captação de água será feita no Guaíba, para ficarmos eternamente reféns enquanto o Gravataí continua como o terceiro rio mais poluído do país. Sem resolver isso, como a cidade vai crescer?

     

    LEIA TAMBÉM

    COM VÍDEO | Marco Alba lança Sartori à reeleição

     

    Integrante do mesmo PMDB de Sartori, a quem inclusive lançou a reeleição no último Almoçando com a Acigra, Marco é hoje o principal entrave político para a PPP. Só atrás de Canoas, Gravataí é uma das ‘jóias da coroa’ – o segundo maior município entre os nove, onde estão também Cachoeirinha, Viamão, Alvorada, Esteio, Sapucaia do Sul, Guaíba e Eldorado do Sul.

    Sem Gravataí, a PPP arrisca virar o de sempre, uma PP, parceria onde o público entra com o grosso do dinheiro e o privado fatura.

    A PPP é tema daqui a pouco em reunião do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Gravataí, na Câmara de Santo Antônio da Patrulha.

     

    A GIGANTE DA PPP

    Clique aqui para ler reportagem publicada em 14 de julho o Seguinte: revelou com exclusividade o interesse do governo Sartori na PPP e inclusive antecipou qual a gigante ambiental interessada no negócio bilionário. O rompimento pela Prefeitura acabou adiado para readequar o Plano de Saneamento Municipal para uma concessão que era prevista para 20 anos e será ampliada para 35.

     

    LEIA TAMBÉM

    100 milhões é a garantia na licitação da água em Gravataí

    • polêmica
      Sem Gravataí, Sartori lança nesta terça PPP da Corsan
      por Rafael Martinelli | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • grana na rede
      Empresa investiu na melhoria da rede elétrica
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • contas públicas
      Câmara de Cachoeirinha custa mais que Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • cachoeirinha
      13º para o funcionalismo só com empréstimo
      por Rafael Martinelli com assessoria
    • duplicação da 118
      Definida empresa para duplicar 10 quilômetros
      por Silvestre Silva Santos
    • EXCLUSIVO
      Bordignon vai a justiça para anular condenação
      por Rafael Martinelli
    • EXCLUSIVO
      Plano Diretor não impede Estre em Glorinha
      por Rafael Martinelli
    • ensino superior
      O que diz a Ulbra sobre rumores de fechamento
      por Silvestre Silva Santos
    • casa própria
      ASSISTA EM VÍDEO | Abrindo as portas do Novo Mundo
      por Rafael Martinelli | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • caos prisional
      Prisão ao ar livre está lotada em Gravataí
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      O grande negócio da Corsan para região onde jorra o dinheiro
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Tem muito gato roubando energia na rede elétrica
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.