notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 25/05/2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    em nota

    PT reuniu diretório nesta segunda e decidiu por elaboração da nota contra lei das exposições

    PT de Gravataí critica lei que proíbe menores em certas exposições

    por Rafael Martinelli | Publicada em 09/01/2018 às 14h48| Atualizada em 16/01/2018 às 12h56

    O PT de Gravataí divulgou há pouco nota elaborada em reunião do diretório municipal desta segunda sobre a lei que “proíbe o acesso de crianças e adolescentes em exposições de obras de arte e eventos que contenham atores nus, pornografia, zoofilia e conteúdo libidinoso no âmbito do município de Gravataí”.

    A nova legislação, aprovada por unanimidade pela Câmara de Vereadores e sancionada pelo prefeito Marco Alba (PMDB), polêmica revelada com exclusividade pelo Seguinte:.

    Confira a íntegra da nota.


    “(...)

    É do conhecimento de toda a militância de esquerda em nosso país que passamos por um período de avanço do obscurantismo social, cultural e político. Os defensores do golpe, da intolerância, valem-se de um discurso moralista para enganar a população.

    O mesmo movimento reacionário que encontra seus representantes nacionais ao lado do golpista Temer tem seus cúmplices em Gravataí. Foi aprovada, em sessão ordinária ocorrida no dia 14 de dezembro de 2017 a lei 89/2017, de autoria do vereador Alex Tavares (PMDB), parlamentar ligado à bancada evangélica. A ementa no site da Câmara Municipal de Vereadores diz da lei "Proíbe o acesso de crianças e adolescentes em exposições de obras de arte e eventos que contenham atores nus, pornografia, zoofilia e conteúdo libidinoso, no âmbito do município de Gravataí/RS". É evidente que se trata de um discurso enganoso. Escandalosa foi a covardia dos vereadores e da vereadora, ao votarem unanimemente em favor à lei.

    Cremos que na tentativa de não terem de fazer o debate com suas bases, a votação covarde inaugura a censura prévia em Gravataí, ao afirmar a existência de "conteúdos libidinosos", e se arvorando o conhecimento sobre o que sejam tais conteúdos. Faz-nos crer que os mandatários e a mandatária da Casa Legislativa ignoram a legislação nacional vigente. Senão vejamos: O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) versa, em seu artigo 149:

    Art. 149. Compete à autoridade judiciária disciplinar, através de portaria, ou autorizar, mediante alvará:

    I - a entrada e permanência de criança ou adolescente, desacompanhado dos pais ou responsável, em:

    a) estádio, ginásio e campo desportivo;

    b) bailes ou promoções dançantes;

    c) boate ou congêneres;

    d) casa que explore comercialmente diversões eletrônicas;

    e) estúdios cinematográficos, de teatro, rádio e televisão.

    II - a participação de criança e adolescente em:

    a) espetáculos públicos e seus ensaios;

    b) certames de beleza.

    § 1º Para os fins do disposto neste artigo, a autoridade judiciária levará em conta, dentre outros fatores:

    a) os princípios desta Lei;

    b) as peculiaridades locais;

    c) a existência de instalações adequadas;

    d) o tipo de freqüência habitual ao local;

    e) a adequação do ambiente a eventual participação ou freqüência de crianças e adolescentes;

    f) a natureza do espetáculo

    Ainda, a Constituição Federal assevera, em seu artigo 24:

    Art. 24. Compete à União, aos Estados e ao Distrito Federal legislar concorrentemente sobre:

    XV - proteção à infância e à juventude;

    Fica claro que não cabe ao município legislar sobre a matéria da lei. Trata-se, pois, de mais uma manobra moralista que intensifica as falácias e ataques sofridos por artistas no último período em todo o país. Mas podemos concluir que a lei permanecerá inóqua, num governo que maltrata a cultura, artistas e agentes culturais da cidade diuturnamente, dificultando seu trabalho.

    O Partido dos Trabalhadores e das Trabalhadoras está, e sempre esteve, ao lado da defesa das crianças e dos adolescentes, e nossos mandatos nacionais e estaduais estão entre os maiores agentes de proposições e ações nesse sentido. Por isso, avilta-nos esse discurso demagógico e enganoso, orquestrado por uma direita irresponsável, que garante sua sobrevida no poder com discursos de ódio.

    (...)”

     

    LEIA TAMBÉM

    OPINIÃO | Vereadores de Gravataí legislam até sobre conteúdo libidinoso

    MINUTO SEGUINTE: | Agora é lei proibição de menores, mesmo com pais, em certas exposições

     

    • dia de caos
      Tudo sobre a crise dos combustíveis
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • dias de caos
      OPINIÃO | Você, a vítima da greve dos caminhoneiros
      por Rafael Martinelli
    • esporte
      Vitória de mão cheia do futebol feminino
      por Eduardo Torres
    • transporte
      Linhas de ônibus mudam horários a partir desta quinta
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • mobilidade
      Seis meses para Prefeitura mudar as calçadas do centro
      por Silvestre Silva Santos
    • no tse
      PMDB recorre de absolvição de Bordignon
      por Rafael Martinelli
    • trânsito seguro
      Se beber... Balada Segura vai às vilas
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • câmara
      Vereadores precisam cuidar com projetos demagógicos
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Caminhoneiros fazem a GM parar a produção
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      E os 17 milhões não eram só para wi-fi nas praças
      por Rafael Martinelli
    • segurança
      Em ação o Big Brother da segurança de Gravataí
      por Eduardo Torres | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • rio limpo
      Navegando com pachamama ao futuro do Gravataí
      por Rafael Martinelli | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Eduardo Torres | EDITOR | eduardo@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.