notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 17/11/2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    eleições 2018

    Patrícia e Dimas estão na mesma coligação no estado mas são adversários locais

    OPINIÃO | Gravataí ainda pode ter dois deputados; uma quer, outro não

    por Rafael Martinelli | Publicada em 26/10/2018 às 13h| Atualizada em 29/10/2018 às 12h22

    DAS URNAS #10 | Gravataí ainda pode ter representante na assembleia legislativa. Uma torce, outro seca. Siga mais uma análise do que saiu, ou sairá das urnas, e as inevitáveis consequências para 2020

     

    Gravataí pode sair da eleição deste domingo com a perspectiva de ter dois deputados estaduais a partir de fevereiro de 2019, caso José Ivo Sartori seja reeleito. Agora preste atenção: uma quer, outro não.

    É que os dois candidatos mais votados em Gravataí, Dimas Costa e Patrícia Alba, estão entre os primeiros suplentes da coligação do governador. Patrícia é do MDB de Sartori, Dimas do PSD do vice José Cairoli.

    A ascensão dos dois à assembléia legislativa seria natural, com a chamada de eleitos para compor o governo. Primeira-dama da principal prefeitura do partido e com 40 mil votos no Rio Grande do Sul, Patrícia também está em todas as listas para ser secretaria de estado do gringo.

    Mas quem acompanha a trajetória dos dois mais de perto já deve ter entendido o “uma quer, outro não”, da abertura do texto.

    Dimas é oposição.

    E, caso se torne deputado, seria obrigado a respeitar decisões do partido, sob o risco de perder o mandato por infidelidade partidária.

    A mais de um eleitor que comentou que votaria em Sartori para ajudá-lo a assumir o mandato, Dimas recomendou voto em Eduardo Leite (PSDB).

    É que, já se apresentando como candidato a prefeito em 2020, o que é sua obsessão, Dimas, pelo menos num recorte apenas da eleição de 2018, saiu das urnas como o principal adversário do MDB do prefeito Marco Alba na disputa pela prefeitura.  

    Obedecer a um governo do MDB, e votar ao lado de Patrícia, desmontaria sua estratégia do ‘contra tudo que está aí’ – parte de seu sucesso nas urnas.

    Além da oposição que faz a Marco Alba desde sua primeira eleição a vereador em 2013, foi contra o golpeachment que derrubou Dilma Rousseff (PT), colocando-se na oposição a Michel Temer mesmo que seu presidente nacional, Gilberto Kassab tenha apagado a luz como ministro do governo da petista e acendido no dia seguinte para o presidente eleito para ser vice, e, ignorando seu PSD, gravou vídeo na tribuna da câmara anunciando que não votaria em Sartori. Abriu mão do dinheiro do fundo partidário na campanha, inclusive.

    O candidato a deputado mais votado de Gravataí preserva tanto o ‘contra tudo que está aí’, que, se a esposa, a conselheira tutelar Anna Beatriz, curte postagens do #EleNão, Dimas, petista por uma década, nem em cima do muro está na disputa pela presidência da república entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT). Está atrás do muro, evitando se posicionar.

    Já Patrícia aderiu com gosto ao SartoNaro e confessou ter votado no ‘mito’ já no primeiro turno, reforçando o discurso antipetista que o MDB local deve manter e, em 2020, possivelmente com Jones Martins como candidato, direcionar contra Dimas e o candidato apoiado por Daniel Bordignon (PDT).

    Pelo menos hoje, numa Gravataí onde seis em cada 10 votos foram para Bolsonaro, ‘petista’ é xingamento.

    Ao fim, enquanto Patrícia e Marco Alba estão na rua pedindo votos para Sartori, Dimas está como o Grêmio naquele último jogo do Brasileirão de 2009 contra o Flamengo, onde uma vitória daria o título para o Inter. Está secando seu ‘time’ e, por tabela, à própria chance de assumir como deputado.

    Curioso, mas é assim: os políticos avançam até à noite, quando os eleitores estão dormindo.

     

    LEIA TAMBÉM

    OPINIÃO | Os erros e acertos de Patrícia, Jones e Dimas

     

    Assista a eleição em vídeo

     

    • pequenas empresas, grandes histórias
      COM VÍDEO | Lentes que retratam vidas
      por Eduardo Torres | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • saúde
      Frente de prefeitos reage a saída de médicos cubanos
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Hoje até vereador comemora médicos indo embora
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Todo sábado é dia para adotar um pet na Sperk
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • meio ambiente
      COM VÍDEO | A nossa lista vermelha da extinção
      por Eduardo Torres
    • trânsito
      Fim da tranqueira no trânsito está mais próximo
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Saída de médicos cubanos é desastre para Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • eleições 2020
      OPINIÃO | Não façam Bordignon ’Miss Colômbia’ outra vez
      por Rafael Martinelli
    • meio ambiente
      Cobrança pela água do Gravataí pode gerar R$ 9 mi em um ano
      por Eduardo Torres
    • desejo azul
      Gremistas entregam alegria para crianças doentes
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • seu bolso
      OPINIÃO | Silvio Santos é um velho babão
      por Rafael Martinelli
    • cachoeirinha
      Asfalto em 33 ruas é símbolo para governo Miki
      por Rafael Martinelli com assessoria
    • educação
      OPINIÃO | O big brother da escola sem partido em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • história
      A história da Cachoeirinha do primeiro pedágio
      por Eduardo Torres
    • coluna do silvestre
      ‘Jardins do pesadelo’ estão perto do fim?
      por Silvestre Silva Santos
    • política
      OPINIÃO | 25 nomes para prefeitura de Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • polícia
      Jovem executado por engano em hospital era de Cachoeirinha
      por Silvestre Silva Santos
    • vereadores
      Quem leva a presidência da câmara de Gravataí?
      por Rafael Martinelli
    • gravataí
      OPINIÃO | Aumento para os vereadores? Não recomenda-se
      por Rafael Martinelli
    • 2020
      OPINIÃO | A sucessão nas mãos de Marco Alba
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Eduardo Torres | EDITOR | eduardo@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.