notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 16/12/2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    obras

    Prefeito assinou na manhã desta quarta a ordem de início de dois novos lotes da José Artur Soares, ligação entre a 030 e a 020 | Foto PAULO OLIVEIRA

    Prefeito autoriza novos trechos de asfalto na Artur José Soares

    por Rafael Martinelli | Publicada em 28/11/2018 às 13h57| Atualizada em 11/12/2018 às 14h55

    Prefeito assina ordem de início de obras de 1,5 km e anuncia que se governo federal e estadual não liberarem verbas concluirá Artur José Soares com recursos da prefeitura. Ato na estrada que faz parte da 'Rota Turística' teve recados políticos de Marco Alba

     

    Limpando da lente dos óculos a poeira levantada por um dos poucos ônibus que servem o Guadalajara, Sandra Pires sorria.

    – É um dia feliz para mim. Finalmente, acho que agora vai. E isso de poeira num dia, lama no outro, vai ficar para trás.

    A presidente há uma década da associação de moradores do loteamento que existe desde 1984 às margens da estrada Dr. Artur José Soares saia da cerimônia em que o prefeito assinou a ordem de início das obras de asfaltamento de um quilômetro e meio da estrada que liga as RSs 030 e 020, a 103 da Caveira à 96 de Morungava, e tem 600 metros concluídos, outro quilômetro e meio em andamento e o maior trecho, de quatro quilômetros e meio à espera de uma nova licitação após corte de verbas pelo governo federal e, de 2014 até hoje, já teve duas desistências de empresas em meio ao serviço.

    – O Marco Alba foi correto com a gente. Em 2013, quando assumiu, ele disse no salão da igreja que antes de fazer qualquer coisa tinha que pagar as dívidas. Mas garantiu que a estrada era um projeto do governo. Agora está cumprindo – conta a moradora há 20 anos do bairro onde, quando chove, ônibus já atolou e nem parente ou Uber aparece.

     

    LEIA TAMBÉM

    OPINIÃO | Marco Alba está cumprindo o que prometeu

     

    A nova Artur José Soares, cuja projeção do governo é de conclusão de toda extensão até o fim de 2019, é parte de um ousado projeto que Marco chama de ‘Rota Turística’. Inscrita no programa Cuidando da Cidade – aquele que teria R$ 100 milhões dos estrangeiros do CAF, mas que o governo federal barrou junto a autorizações de financiamentos para outros municípios –, a via faz parte de uma ligação que o prefeito quer fazer entre a Freeway, a 030 (com a construção no ano que vem de uma avenida) e a 020.

    – Será uma das ligações mais importantes da região metropolitana, porque vai dar para sair de Porto Alegre e chegar à Serra mais rápido, sem passar por dentro de Cachoeirinha e Gravataí, desafogando nosso trânsito. Além de acabar com essa poeira que incomoda os moradores, essa rota de turismo vai incentivar o comércio em toda região – projeta o prefeito.

     

    LEIA TAMBÉM

    Plano de Marco prevê pontes e mais de 30 ruas até 2020

     

    O trecho final, chamado de lote 1, em Morungava, deve ter nova licitação lançada no início de 2019.

    – Se não nos acertamos com o ministério do turismo, vamos tocar a obra com recursos próprios – antecipa Marco.

    O lote 2, na metade da estrada, teve seus 600 metros concluídos. Os lotes 3 e 4, no Guadalajara, o prefeito disse ter decidido assumir ao custo de R$ 1,2 milhão após o governo federal atrasar em quatro anos a liberação de emendas parlamentares.

    – Seria ridículo deixar sem asfalto trechos em meio a outros já pavimentados. O prefeito mandou fazer. Acredito que possa custar até menos, já que usaremos asfalto da usina da prefeitura – projeta o secretário de obras Paulo Martins.

    – Já começaremos hoje a preparação da pista de sete metros. Mas, como tem as festas de fim de ano, colocaremos o asfalto lá pelo dia 15 de janeiro do ano que vem – projeta Henrique Klaus, representante da Mak Máquinas, responsável pela obra e pela manutenção de estradas do interior de Gravataí.

     

    LEIA TAMBÉM

    Um passeio pela cidade que nasce dentro de Gravataí

     

    O lote 5 é parte do convênio entre a prefeitura e o governo do estado para facilitar o acesso ao Breno Garcia, loteamento que é um cidade projetada para 10 mil pessoas em Gravataí. Vai da parada 103 até a entrada do Guadalajara. Uma rótula para acessar o Breno e o quilômetro e meio de asfalto são orçados em R$ 2,7 milhões – R$ 800 mil dos cofres da prefeitura.

    – Esperamos a conclusão até o fim do ano – projeta Alison Silva, secretário de mobilidade urbana.

     

    LEIA TAMBÉM

    COM SIMULAÇÕES | As 10 grandes mudanças no trânsito de Gravataí

     

    O prefeito inclui a Artur José Soares entre as obras de infraestrutura que vão preparar o crescimento da região:

    – A Centenário está pronta, ainda este ano começaremos as obras das novas pontes do Parque dos Anjos e a duplicação da Ely Correa até a Pirelli. Gravataí vai crescer para esse lado da Caveira. Estamos pensando nos gargalos de hoje, mas principalmente no futuro – explicou Marco Alba, ao lado do vice Áureo Tedesco (MDB), de secretários, do presidente da câmara Airton Leal (PV) e dos vereadores da base de governo Clebes Mendes (MDB), Alan Vieira (MDB), Nadir Rocha (MDB), Paulinho da Farmácia (MDB), Fábio Ávila (PRB) e Bombeiro Batista (PSD).

     

    LEIA TAMBÉM

    Quanto vai custar duplicação das pontes do Parque

    COM VÍDEO | As grandes obras de mobilidade que levam às pontes do Parque

     

    Os recados do Marco

     

    Em meio ao segundo governo e a dois anos das próximas eleições para a prefeitura, o discurso de Marco Alba foi cheio de recados políticos. Siga algumas frases:

    “O povo pagou R$ 300 milhões em dívidas nos últimos seis anos, que nem eu, nem o Acimar (da Silva, prefeito interino entre 2011 e 2012) fizemos. E tem mais R$ 300 milhões para pagar. Daria para fazer cento e cinquenta Artur José Soares”.

     

    LEIA TAMBÉM

    O dia em que Marco Alba contestou Caetano e Roberto

     

    “Muita gente critica, xinga nas redes sociais, acha que o prefeito não faz porque não quer. Sempre lembro desse dinheiro que entregamos limpinho, todo mês, para as dívidas, porque depois que a obra fica pronta todo mundo esquece as dificuldades enfrentadas e acha que é barbada”.

     

    LEIA TAMBÉM

    Dívida de Gravataí teve redução monstruosa

     

    “Engraçado que alguns dizem que outros fizeram tanto, mas então por que faltava tudo? Eu não governo Gravataí desde 1880. Por que não fizeram o que cobram hoje? Desafio os que só contraíram dívidas a me mostrar um quilômetro de obra que tenha, por exemplo, a qualidade do asfalto da Corcunda, feito pelo Abílio (dos Santos, ex-prefeito) lá em 86. Nós temos para mostrar a Avenida Brasil, a Jorge Amado e a Centenário. Não faziam drenagem, jogavam um tapa-pó nas ruas para ganhar votos e a cidade virava uma piscina a cada chuva”.

     

    LEIA TAMBÉM

    COM VÍDEO | Como ficou a duplicação da Centenário depois de pronta


    “Quem planta vigário, colhe vigário. As pessoas têm todo direito, o dever até, de cobrar. Mas é bom dar uma olhada nas contas da prefeitura, para saber como era, como está e como vai ficar”.

     

    LEIA TAMBÉM

    OPINIÃO | 25 nomes para prefeitura de Gravataí

     

    “Há uns meninos nervosos na câmara que votam contra tudo. Por isso agradeço aos vereadores da nossa base de governo, que ajudaram aprovando leis que permitiram o equilíbrio financeiro para hoje investir com recursos próprios e contrair financiamentos que cabem dentro do orçamento”.

     

    LEIA TAMBÉM

    OPINIÃO | Hoje pagar 13º antecipado é para comemorar

     

    “2019 será um dos melhores anos da história de Gravataí em volume de obras. Se até aqui priorizamos cuidar das pessoas, com uniforme para os alunos, gradis nas escolas, patrulha escolar, mais guardas municipais e câmeras de segurança, além de termos entregue uma UPA na 74 e, estarmos com outra quase pronta na Morada e a inauguração marcada para segunda de um novo posto de saúde no São Marcos, agora vamos cuidar mais da infraestrutura da cidade”.

     

    LEIA TAMBÉM

    OPINIÃO | Gravataí, de zona de atentado à mais segura

    • empresas de valor
      TDK: poucos conhecem, mas todos usam
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • crime na saúde
      Ex-vereador de Gravataí é citado no Caso Gamp
      por Eduardo Torres
    • coluna do silvestre
      Começa a duplicação das pontes do Parque
      por Silvestre Silva Santos
    • histórico
      PC Magalhães, o caçula do mundial tricolor
      por Eduardo Torres
    • app
      Aplicativo para deixar as mulheres mais belas
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • coluna do silvestre
      Gravataí ganha café de R$ 750 mil nesta sexta
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      Precisa vereador pedir dinheiro para Marcha para Jesus?
      por Rafael Martinelli
    • crime
      Mansão em Cachoeirinha é elo entre tráfico e política
      por Eduardo Torres
    • funcionalismo
      Ano vai terminar sem greve em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • meio ambiente
      Já se sabe onde investir, resta cobrar pela água
      por Eduardo Torres
    • opinião
      Queremos sangue, como o matador de Campinas?
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      RS-118 não fica pronta no ano que vem
      por Silvestre Silva Santos
    • rs em crise
      OPINIÃO | Perderemos 32 milhões se baixar ICMS
      por Rafael Martinelli
    • investimento
      A boa notícia de 700 empregos
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      OPINIÃO | Gravataí ainda não preencheu vagas de médicos
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Shopping vai dar muitos presentes de Natal
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • seca
      Sem chuva, captação no Rio Gravataí pode parar
      por Eduardo Torres
    • redes sociais
      Vereador ganha liminar para excluir post de eleitor
      por Rafael Martinelli
    • segurança
      OPINIÃO | Inocente bom é inocente vivo
      por Rafael Martinelli
    • crime na saúde
      Empresa levou R$ 500 mil supostamente desviados
      por Eduardo Torres
    • crime na saúde
      Ex-secretária de Gravataí é sócia de empresa no alvo do MP
      por Eduardo Torres
    • crime na saúde
      Empresa de Gravataí envolvida em desvio na saúde
      por Eduardo Torres
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Eduardo Torres | EDITOR | eduardo@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.