notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 13/11/2019

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    opinião

    Julio Matos, diretor geral da Santa Casa, no evento desta sexta no Sindilojas

    Nos números, Santa Casa melhorou hospital de Gravataí; estatísticas e o que vem por aí

    por Rafael Martinelli | Publicada em 30/08/2019 às 18h35| Atualizada em 10/09/2019 às 16h30

    Ao menos nas estatísticas, as coisas melhoraram em um ano de Santa Casa em Gravataí. O balanço apresentado pela direção executiva nesta sexta, no Sindilojas, mostra que o SUS atendeu mais em cirurgias, exames de diagnóstico e consultas médicas do que o ano anterior.

    E quatro projetos permitem boas perspectivas no horizonte daquele que é o único hospital de Gravataí.

    1. 

    Parceria com a Unisinos para que médicos residentes atuem no Hospital Dom João Becker.

    2.

    O prédio locado à esquerda de quem chega ao hospital se tornará um centro de especialidade. Privado, mas que permitirá ampliar o atendimento pelo SUS nas atuais dependências do HDJB.

    3.

    A emergência será ampliada em direção aos fundos, com pelo menos 20 leitos de UTI.

    4.

    É projetado, em até cinco anos e ainda sem estimativa de leitos e especialidades, a construção de um ‘novo hospital’, ao estilo dos do ‘complexo’ da Santa Casa em Porto Alegre: o Bárbara Maix, nos prédios dos fundos.

     – O primeiro grande resultado alcançado foi a não-descontinuidade de nenhum dos serviços assistenciais do hospital. Ao contrário, houve melhorias, como a duplicação dos plantonistas pediátricos 24h, a disponibilização de novas especialidades, a mudança de protocolos no modelo Santa Casa e a aquisição de 250 novos computadores que agilizarão os processos internos – disse Julio Matos, diretor geral da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre.

    O médico apresentou indicadores dos últimos 12 meses, com crescimento no atendimento do SUS em consultas eletivas e internações (10%) e no número de cirurgias (20%), passando de 3.236 (ago/17-jul/18) para 3.984 (ago/18-jul/19).

    Siga a apresentação na íntegra, em gráficos, clicando aqui.

    Analiso.

    Não se trata de defender ou torcer contra governo, e, no caso, secar pobre, já que são os que mais usam o SUS, até porque ainda é pouco tempo para sentir a mudança. A própria ‘grife’ Santa Casa cria uma expectativa infactível quando se trata de saúde pública. Mas, pelo menos nos números, e nas prioridades dos projetos anunciados para gargalos da saúde de Gravataí, como cirurgias e emergência, parecem boas as perspectivas.

    São evidências que justificam a aposta do prefeito em ampliar em R$ 10 milhões o contrato, chegando a R$ 40 milhões em dinheiro público para o hospital atender pelo SUS.

    Sinta-se já, ou não, os reflexos do esforço de Marco Alba, inegável é que pelo menos a Santa Casa tem portas abertas para o SUS. Outro grupo que queria comprar o Becker só atenderia particular e convênio. Um ‘Moinhos de Ventos’ é bom, mas só para quem pode pagar.

    • educação
      Conselho vai dar ultimato sobre obras na Escola Estadual Tuiuti
      por Silvestre Silva Santos
    • 3º Neurônio | perfil
      Jane Fonda, atriz de punho erguido
      por Antonia Laborde | El País
    • opinião
      A minirrevolução trabalhista da MP de Bolsonaro
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Conselheira tutelar eleita é cassada; Ávila defende
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      A desastrosa entrevista de Stédile sobre Miki
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Marco Alba não rifou ex-vice-prefeito Pinho
      por Rafael Martinelli
    • governo
      Prefeitura tem os serviços públicos em rede
      por Redação
    • opinião
      As últimas do troca troca entre governo e oposição
      por Rafael Martinelli
    • general motors
      GM anuncia recall do Onix Plus por risco de incêndio
      por Redação
    • 3º Neurônio | entrevista
      A alternativa dos ’Comuns’
      por Michel Bauwens, entrevistado por Solène Manouvrier, em Ouishare | Tradução: Inês Castilho
    • tecnologia
      São João estuda fazer entregas com drone
      por Redação
    • opinião
      Quase 3 mil já saíram do ISSEG; prazo de adesão é prorrogado
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Festa para Fernando Deadpool virar político
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Reflexos do ’Lula Livre’ na eleição Gravataí 2020
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Um dia após denúncia, ex-vice-prefeito de Gravataí pede demissão
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Testamos as novas pontes do Parque dos Anjos
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.