notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 02/06/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    crise do coronavírus

    Fila em banco no Centro de Gravataí, dia 4, primeiro dia de retomada das atividades comerciais, industriais e de serviços

    Ainda sem efeito da reabertura, contágio já cresce em Gravataí; mulheres são alvo

    por Rafael Martinelli | Publicada em 12/05/2020 às 17h42| Atualizada em 20/05/2020 às 13h51

    Estamos voltando às ruas em um momento em que, mesmo com poucos testes feitos, o contágio aumenta em Gravataí, assim como a ocupação das UTIs. As mulheres e os profissionais de saúde são o principal alvo do novo coronavírus, cujos casos apresento a seguir.

    Não é torcida ou secação, é a ‘ideologia dos números’.

    Elas somam 21 dos 31 pacientes, ou 67,7% até esta terça de maio – mês que, antes de completar as duas primeiras semanas, já responde por 32% dos casos desde a primeira infecção registrada em março. Profissionais da saúde representam 30% dos infectados.

    Só hoje, 4 novos casos foram confirmados.

    Como o tempo de incubação do vírus é de cerca de 14 dias, o contágio aumenta mesmo sem contabilizar o efeito da retomada das atividades comerciais, industriais e de serviços – e aquele que, espera-se, não tenha sido o ‘Dia das Mães Macabro’ – que completa sete dias nesta segunda.

    A infecção de 9 profissionais da saúde (e na conta é possível incluir mais dois casos em que há relação de pacientes com familiares profissionais) mostra a virulência do SARS-CoV-2. O índice R da Imperial College aponta uma taxa de 1 para 3 no Brasil, enquanto na Alemanha a taxa era de 1 para 1 no isolamento social e agora cresceu para 1,5 após a retormada econômica no país europeu.

     

    LEIA TAMBÉM

    Sem distanciamento social Gravataí poderia ter mais de 1,3 mil mortes; às ’reginas duartes’

     

    Se a ‘ideologia dos números’ mostra que o contágio aumenta, a consequência tem endereço: as unidades de tratamento intensivo. Em 7 dias, a ocupação de UTIs na Região Porto Alegre, a qual Gravataí pertence no ‘distanciamento controlado’ do Governo do RS, e tem a classificação de ‘bandeira laranja’, subiu de 67,5% para 70,5% dos 701 leitos, nos 31 hospitais.

    Gravataí tem ainda 19 casos aguardando resultado de exame, 7 recuperados e um óbito que, com apenas 282 testes realizados, eleva a mortalidade para 5%, o que detalhei em Gravataí é 13º do mundo em letalidade da COVID 19; o engano dos números. No RS, que tem 2.808 casos e 105 óbitos, a taxa é de 3,7. No Rio, epicentro da doença no país, 9,8.

    O município é o 25º no ‘ranking’ gaúcho da incidência da COVID-19, com 9.2 casos para cada 100 mil habitantes. Porto Alegre, a ‘campeã’, tem 35.8. A média no Brasil, com 162.699 casos e 11.123 mortes, é de 24.6

    A idade média dos infectados em Gravataí é de 43,39. Entre as mulheres, 43,47; entre os homens 43,22. No Rio Grande do Sul o maior número de casos acontece entre 30 e 39 anos. A tendência se mantém a mesma, desde que abordei os números em COVID 19 rejuvenesce em Gravataí; siga perfil dos casos.

    Ao fim, voltamos às atividades na quinta semana, metade do prazo que o chefe da Infectologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre Eduardo Sprinz defende com base em estudos que orientam relaxamento das medidas somente após 10 semanas de distanciamento social. E, como previ em Prefeito, não abra o comércio já!; a bandeira laranja e ’Tubarão’ em Gravataí, a 'bandeira laranja' não está servindo como alerta.

    Conforme guarda-vidas, é uma das bandeiras mais perigosas justamente porque os banhistas ficam corajosos, mesmo que haja possibilidade de correntes e buracos no mar.

    Máscaras os gravataienses tem usado, no Centro e em zonas comerciais. Mas há muita gente na rua. Mais que em dias de férias de verão. E, se o 'tubarão' já está entre nós, o inverno ainda vem aí.

     

    OS CASOS E BAIRROS

    Siga os casos de Gravataí e os respectivos bairros, quando há registro na Secretaria Municipal da Saúde. Ao fim, concluo.

    : 31º caso – Mulher, 68 anos.

    : 30º caso – Homem, 23 anos, profissional da saúde

    : 29º caso – Homem, 59 anos

    : 28º caso – Mulher, 45 anos, profissional da saúde

    : 27º caso – Homem, 40 anos, São Vicente.

    : 26º caso – Mulher, 44 anos, profissional de saúde

    : 25º caso – Mulher, 35 anos, Passo das Pedras.

    : 24º caso – Mulher, 33 anos, profissional de saúde

    : 23º caso – Mulher, 63 anos, Rincão da Madalena.

    : 22º caso – Mulher, 57 anos, Morada do Vale II.

    : 21º caso – Mulher, 45 anos, Neópolis.

    : 20º caso – Mulher, 75 anos, veio a óbito, Ver Cruz.

    : 19º caso – Homem, 43 anos, profissional de saúde, Neópolis.

    : 18º caso – Mulher, 32 anos, profissional de saúde, Oriçó.

    : 17º caso – Homem, 43 anos, Rincão da Madalena.

    : 16º caso – Mulher, 58 anos, profissional da saúde, Neópolis.

    : 15º caso – Mulher, 31 anos.

    : 14º caso – Mulher, 44 anos, profissional de saúde, Rincão da Madalena.

    : 13º caso – Homem, 51 anos, profissional de saúde, Sítio Gaúcho.

    : 12º caso – Homem, 63 anos, Morada do Vale.

    : 11º caso – Mulher, 27 anos, São Vicente.

    : 10º caso – Homem, 43 anos, Jardim Timbaúva.

    : 9º caso – Mulher, 29 anos, Santa Cruz.

    : 8º caso – Mulher, 33 anos, Cohab C.

    : 7º caso – Mulher, 33 anos, Vila Branca.

    : 6º caso – Mulher, 42 anos.

    : 5º caso – Mulher, 32 anos, Parque dos Eucaliptos.

    : 4º caso – Homem, 35 anos, Bonsucesso.

    : 3º caso – Homem, 52 anos, Centro.

    : 2º caso – Mulher, 44 anos, Sítio Gaúcho.

    : 1º caso – Mulher, 41 anos, Parque dos Anjos.

     

    LEIA TAMBÉM

    ’Ricos’ e pobres na ’fila única’ da UTI; de Sogil, Celta ou Renegade

    Como abrir seu comércio segunda em Gravataí e Cachoeirinha? Siga aqui as regras

    Gravataí está pronta para o comércio reabrir?; expectativa e realidade

    Marco Alba: Se cada um não colaborar, comércio fechará; suecos ou suicidas?

    Gravataí pode ter 12 vezes mais infectados por COVID 19; reabrir ou não comércio?

    Os milhares de Gravataí que estão no grupo de risco da COVID 19; teste se você escapa

    É moralmente homicida pressão pela volta da ’vida normal’; o que fará Gravataí?

    Gravataí, Cachoeirinha e Viamão tem mais casos de COVID 19 que UTIs; o 11 de setembro

    Entramos no novo hospital de campanha de Gravataí; assista

    Pesquisa mostra que Gravataí aprova o ’fecha tudo’ de Marco Alba 

    Parem Gravataí que eu quero descer!; declaro-me Inimigo do Povo, amigo da vida

    Clique aqui para ler a cobertura do Seguinte: para a crise do coronavírus

    • justiça
      O que vamos dizer para o Gu, que perdeu o pai assassinado na Rondon?
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Morada do Vale é ’epicentro’ da COVID 19 em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      100 infectados em Cachoeirinha são potenciais 20 mil; o maio do contágio
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Marco Alba alerta para período crítico da COVID 19 em Gravataí; tem novos decretos para comércio e aulas
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      O ‘urubu da imprensa’ errou, para menos; contágio em Gravataí cresceu 245 por cento
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Ele grita a sua impotência. Ou: Vamos ver como seria o ’gorpe do Parmito’
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      As mortes sem rosto da COVID 19 em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • política
      ’Político alvo’ desafia abertura de ’CPI das fake news’ na Câmara de Gravataí; as bravatas e verdades múltiplas
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Gravataí receberá 36 milhões de socorro federal; funcionalismo com salários congelados até 2022
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Metade de Gravataí é ’grupo de risco’ para COVID 19; alerta aos ’covidiotas’
      por Rafael Martinelli
    • política
      Zaffa saiu da Havan como candidato a prefeito de Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • negócios
      Luciano Hang e Marco Alba na ’inauguração surpresa’ da Havan Gravataí; assista
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      ’Gripezinha’, ’carreatas da morte’, Páscoa, reabertura e Dia das Mães; a progressão da COVID 19 em Gravataí e Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Por que hospital de campanha de Gravataí atrasou 30 dias; sem tirolesa ou ’Covidão’
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Cristiano Abreu | EDITOR | cristiano@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.