notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 07/08/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    crise do coronavírus

    Foto AGÊNCIA BRASIL

    Não vai ter helicóptero distribuindo Cloroquina pelos céus de Gravataí

    por Rafael Martinelli | Publicada em 08/07/2020 às 15h47| Atualizada em 18/07/2020 às 19h07

    Não passou um helicóptero do Exército espalhando comprimidos de Cloroquina pelos céus de Gravataí, na manhã desta segunda. Mas, como era esperado, já que Gravataí deu 7 a cada 10 votos para o ‘mito’, em 2018, pessoas procuraram a Farmácia Municipal perguntando na fila se estavam distribuindo o (não comprovado) medicamento para a COVID-19.

    Tratei da ‘liberação’, e anúncio de compra pela Prefeitura, na noite desta terça, em Gravataí vai fornecer Cloroquina pelo SUS; a responsabilidade está com os médicos. Horas antes, tinha criticado a irresponsável propaganda feita pelo Presidente da República, ao tomar um comprimido ao vivo, em  Nem com COVID 19 Bolsonaro ajuda; fãs já morreram em Gravataí e Cachoeirinha.

    O prefeito explicou na live, que você assiste clicando aqui, que apresentou o decreto apenas como uma formalidade, já que o controverso medicamento é há meses receitado por alguns médicos da rede municipal. Por óbvio, o anúncio caiu como uma bomba na aldeia, já que aconteceu após a força da palavra de um Presidente da República dizer que, em menos de 24 horas, e 2 comprimidos, estava melhor – diferente do que aconteceu com 66.741 vidas perdidas no Brasil, em dados de hoje, 18 delas em Gravataí.

    Mal tinha sido publicado o decreto 18027, no Diário Oficial, e nem tinha acabado a live em que o prefeito Marco Alba anunciou que a Farmácia Municipal forneceria o medicamento sob apresentação de receita do SUS, e políticos e cloroquiners já anunciavam que Gravataí teria o remédio “para prevenir” o novo coronavírus.

    Vereador do MDB do prefeito, Clebes Mendes, que apelidei de ‘Bolsonaro da Aldeia’, postou, na noite de terça, que “amanhã”, ou seja, nesta quarta, o medicamento estaria disponível na Farmácia Municipal. Uma fake news, já que o próprio decreto, publicado pelo governo o qual o parlamentar apoia, condiciona o fornecimento ao envio do remédio pelo Ministério da Saúde.

    Marco Alba anunciou em live a abertura de licitação, o que demora ao menos 30 dias, para uma eventual compra caso a Cloroquina demore tanto quando os respiradores prometidos em abril pelo governo federal.

    Eu – crítico a um medicamento que a Organização Mundial da Saúde (OMS) encerrou os testes por falta de comprovação de eficácia em humanos, e o Food and Drugs Administration (FDA), principal autoridade de vigilância sanitária norte-americana, baniu dos Estados Unidos – recebi tantas mensagens quanto o número diário de infectados na região.

    Ouvi, e li, desde ‘flautas’ de defensores da Cloroquina, tipo “bate lá no teu prefeito”, como desabafo de médicos: “quase apanho de pacientes no plantão por não concordar em receitar”.

    Usando a justificativa de Marco Alba na live, de que médicos já receitam a Cloroquina, entendo obrigatório, já que são médicos dos SUS, que essas sumidades da medicina venham a público apresentar aos gravataienses os argumentos que os levam a discordar dos maiores órgãos sanitários internacionais ao receitar o medicamento.

    Não médico, mas jornalista que sou, tenho a mania de perguntar: se um comprimidinho barato, de fácil produção e ministração, funcionasse, os EUA (que compraram o estoque mundial de 3 meses do Remdesivir, medicamento que tem funcionado em pacientes em UTIs’) teria proibido o uso, em pobres e ricos, e descartado 2 milhões de doses de Cloroquina no Brasil?

    Ao fim, não é torcida ou secação. Só um psicopata não ficaria feliz caso existisse algum medicamento para ajudar infectados pela COVID-19 a superar essa terrível doença. Infelizmente, nenhuma pílula evitou mais de meio milhão de mortes no mundo.

     

    LEIA TAMBÉM

    Metade de Gravataí e Cachoeirinha tem doenças que potencializam a COVID 19; alerta aos covidiotas

    Os 15 mil covidiotas e a demitida do Leblon entre nós

    Morador do Itacolomi é 18ª vida perdida para COVID 19 em Gravataí

    Mini lockdown de Porto Alegre é prévia para Gravataí e Cachoeirinha

    O desabafo de um amigo por mais uma vítima da COVID 19 em Gravataí

    Gravataiense do Parque Florido morre aos 39 anos da COVID 19

    Sem máscara, multem, Gravataí e Cachoeirinha!; seria um bom, entre maus exemplos de políticos

    Veja como comércio de Gravataí vai funcionar na bandeira vermelha

    Veja como comércio de Cachoeirinha vai funcionar na bandeira vermelha

    É tudo com a gente em Gravataí e Cachoeirinha; o Distanciamento Controlado fake não segura a COVID 19

    Clique aqui para ler a cobertura do Seguinte: para a crise do coronavírus

    • cachoeirinha
      Dona Nadir, 70 anos, teve alta da COVID
      por Redação
    • crise do coronavírus
      Homofóbico não é o Miki, é você; a bandeira rosa
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Morte aos 48; já são 8 em 7 dias
      por Redação
    • gravataí
      É frágil parecer do TCE que reprova contas de Marco
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Justiça suspende ’decreto do festerê’ em Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Com COVID, Gelson grava vídeo chocante
      por Rafael Martinelli
    • política
      Anabel age conforme prega
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Miki limita horário para bares e festas
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Gravataí libera atividades não-essenciais
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Cachoeirinha vai abrir até bares, boates e cinemas
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.