notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 08/04/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    tudo travado

    Vista aérea do terreno do Grupo Zaffari em Gravataí: obras dependem de despacho do Judiciário

    Obra do Zaffari em Gravataí não andou neste ano

    por Silvestre Silva Santos | Publicada em 22/12/2016 às 18h| Atualizada em 26/12/2016 às 13h40

    O que estava na iminência de sair do chão, lá em abril passado, ainda não decolou e um investimento importante continua parado, sem gerar empregos e sem turbinar a economia do município.

    Trata-se das obras do empreendimento do Grupo Zaffari na parada 61 da avenida Dorival de Oliveira. Em abril deste ano que está terminando a expectativa era de que a empresa anunciasse o começo das obras “nos próximos dias”.

    Oito meses depois continua tudo na mesma. O acordo que poderia fazer deslanchar a construção de um mega-empreendimento não foi assinado e nenhum motor roncou naquele pedaço de chão, neste tempo todo.

     

    LEIA TAMBÉM:

    Zaffari: Obras a uma esquina

     

    --- O pessoal do Zaffari é muito correto e só faz as coisas quando tem certeza de que está tudo certo. Não adianta, por exemplo, dizer que o licenciamento “x” vai sair em dois dias e que eles podem tocar as obras. Nada disso! Eles vão esperar sair o documento para só então iniciar a trabalhar.

    É o que explica o super-secretário Luiz Zaffalon, da Secretaria Geral de Governo. Segundo ele, o pacote que precisa ser desembrulhado está parado no Judiciário, pela dificuldade encontrada para reunir as partes que devem desatar o nó do pacote.

     

    Sem prefeito, não

     

    Outro entrave que está prejudicando – especialmente de outubro para cá! – uma solução para o caso é a indefinição da eleição para a chefia do Executivo. Pelo menos é o que Zaffalon comentou com o Seguinte: nesta semana.

    --- Eles (Grupo Zaffari) estão na expectativa do que vai acontecer. Não vão sentar à mesa para discutir com um prefeito o que deve ser cumprido por outro, se for o caso.

    O que o super-secretário quis dizer é que o Zaffari faz questão de fazer todos os ajustes com um prefeito do qual vão poder cobrar as promessas feitas no decorrer do processo.

     

    O terreno

     

    A área na qual o Grupo pretende construir um mega-empreendimento comercial ao modelo americano de powercenter – um investimento com orçamento inicial de R$ 380 milhões – tem, no total, 61 hectares. O Zaffari tem a posse legal de 23 hectares.

    A empresa Katerra, lindeira, e que detém 18 hectares de terras, já resolveu as questões legais para a conclusão das ruas internas já existentes. O problema maior envolve outros quatro donos de terrenos do entorno.

    Com estes ainda não houve acordo por uma série de razões e o processo está parado na esfera judicial. Estes quatro são donos de 20 hectares. A expectativa é de que a Justiça despache sentença resolvendo a pendenga no começo de 2017.

    --- Enquanto isso não acontecer não vai nada pra frente naquele terreno --- diz Luiz Zaffalon.

     

    As ruas

     

    Conforme o projeto apresentado à cidade em setembro de 2012, cinco novas ruas estão previstas no entorno do empreendimento. Três delas com acesso à avenida Marechal Rondon, divisa de Gravataí com Cachoeirinha.

    A própria Marechal Rondon deverá ser duplicada pelo Grupo Zaffari conforme ficou acertado com a administração municipal na fase inicial das negociações..

    Outras duas ruas ligam os futuros prédios à avenida Dorival de Oliveira, na altura da parada 60, onde há vários meses foi instalado um totem com o esquilo vermelho que simboliza o Grupo Zaffari.

     

    O que é o powercenter?

     

    O conceito de powercenter vem dos Estados Unidos. É comum em cidades intermediárias entre grandes regiões metropolitanas.

    Diferente de um shopping center - que, em síntese, são pequenas lojas em grandes espaços -, o powercenter concentra poucas lojas em grandes espaços.

    As megastores podem ser definidas como lugares que concentram tudo o que o consumidor pode esperar daquele determinado segmento comercial.

    • crise do coronavírus
      A COVID 19 não brinca, ataca, diz PM aposentado que batalha contra infecção
      por Cristiano Abreu
    • 3º Neurônio | psicologia
      Crie uma rotina com os filhos na quarentena e não os subestimem. Eles sabem que tem algo acontecendo
      por Marina Novaes | El País
    • crise do coronavírus
      O médico online para enfrentar COVID 19 em Cachoeirinha; saiba como acessar
      por Redação
    • opinião
      O perfil dos infectados pela COVID 19 em Gravataí; de 11 para 330 casos?
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      EXCLUSIVO | Foz do Gravataí tem pior água do Rio Grande do Sul
      por Eduardo Torres | Associação de Preservação da Natureza Vale do Gravataí
    • crise do coronavírus
      Gravataí terá 42 novos leitos em hospital e enfermaria de campanha
      por Redação
    • opinião
      Antes dos pobres, estão salvando os super ricos; Eat the Rich!
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      O primeiro curado de COVID-19 em Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Milão. A cidade mais privilegiada de Itália está agora na fila do pão
      por Antonio Scurati | Observador
    • crise do coronavírus
      Em UTI, menino de 9 anos está entre novos casos de COVID 19 em Cachoeirinha; já são seis
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      O que levou Marco Alba a anunciar abertura de empresas; o ’crime’
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Sindicato na Justiça para liberar FGTS a trabalhadores da Pirelli e Prometeon; são milhões na economia de Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      José Rosa quer comércio aberto para vender chocolate em meio à crise do coronavírus; oração póstuma
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Prefeito anuncia retomada das atividades econômicas em Gravataí; se houver euforia, fecha tudo, apela
      por Redação
    • opinião
      Quem trocou de partido em Gravataí e Cachoeirinha; o efeito nas urnas em 2020
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Cláudio Ávila deu um 1º de abril em Bordignon; o habeas corpus
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      EXCLUSIVO | Pesquisa mostra que apenas 2 a cada 10 gravataienses estão indo ao trabalho
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Gravataiense com COVID 19 relata drama de uma Itália devastada
      por Cristiano Abreu | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • crise do coronavírus
      EXCLUSIVO | Pesquisa mostra que Gravataí aprova o ’fecha tudo’ de Marco Alba
      por Rafael Martinelli
    • crise do coronavírus
      Gravataí em calamidade pública por 6 meses; o que significa
      por Rafael Martinelli
    • entrevista
      Miki: não serei o prefeito lembrado por contar corpos; Cachoeirinha tem primeira confirmação de COVID 19
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Cristiano Abreu | EDITOR | cristiano@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.