notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 25/11/2017

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    coluna do silvestre

    Na área do Power Center: à esquerda, parte do arruamento e iluminação já concluídos. À direita, cerca e tapume do terreno do Zaffari já foram depredados.

    EXCLUSIVO | Zaffari de Gravataí pode não sair

    por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt | Publicada em 24/07/2017 às 17h08| Atualizada em 04/08/2017 às 22h57

    Está complicada a coisa!

    Desde o começo de março se ouve que o assunto do mega investimento do Grupo Zaffari, em Gravataí, é uma questão de dias e que tudo depende do acerto com o grupo que é proprietário de uma gleba de aproximadamente 20 hectares na altura da parada 60 da avenida Dorival de Oliveira.

    Entretanto, a realidade é outra.

    Entramos num momento de risco em que os empresários – ou pelo menos um deles, que inviabiliza o desfecho para a negociação – olham para o próprio umbigo mas não conseguem ver um palmo à frente do nariz.

    Sobre a situação, não foi o diretor do Grupo, Cláudio Zaffari, quem disse. Foi um quase desolado secretário municipal da Habitação, Saneamento e Projetos Especiais, Luiz Zaffalon, quem admitiu: Gravataí corre o risco, sim, de perder o projeto de R$ 300 milhões para implantação de um Power Center na altura da parada 60 da Dorival de Oliveira.

    A prefeitura de Gravataí elaborou, mandou para Câmara que aprovou, e o prefeito até já sancionou e está em vigor uma Lei que regula o encontro de contas, como é o caso com os proprietários do imóvel que está “atravancando o progresso”.

    A saber.

    Eles – quatro donos do terreno – devem cerca de R$ 3 milhões para Prefeitura, em impostos, principalmente o Predial e Territorial Urbano (IPTU).

    A área que eles devem ceder, para construção de ruas no mega projeto, é de menos de 10% do imóvel que eles possuem.

    Dos quatro, um dos empresários, a cada reunião, põe um novo empecilho. É alteração no projeto de esgotamento pluvial. É o gasto com cartório e advogados. É a falta de dinheiro, que ele alega não ter...

     

    PARA LER TAMBÉM:

    COLUNA DO SILVESTRE ! Zaffari, mais um capítulo rumo ao final da novela

    Definição sobre área para o Zaffari sai até o dia 20

    Zaffari confirma investimento de R$ 300 milhões em Gravataí

     

    Um palmo...

     

    O que eles não enxergam é que tão logo liberem o trecho para que o Zaffari faça roncar os Caterpillar e as primeiras fundações do centro comercial sejam lançadas, os terrenos no entorno tendem a mais que dobrar de valor.

    Com isso, logo ali adiante, os hectares destes empresários estariam supervalorizados, permitindo que eles recuperassem todo o investimento feito para entrega da parte que o Zaffari precisa e, mais do que isso, auferissem expressiva lucratividade com a valorização das áreas.

     

    Assista à entrevista de Zaffalon, para o Seguinte:, no terreno do mega projeto do Zaffari.

     

    O esforçado

     

    O secretário Zaffalon recebe pressão semanal, via telefone celular, do empresário-diretor-todo-poderoso Cláudio Zaffari.

    --- Ele me liga toda semana querendo saber se temos novidade, se a situação está resolvida, estas coisas. Tenho até vergonha de dizer ao Cláudio que está tudo parado --- confessa o secretário.

    Em conversa com o Seguinte:,  Luiz Zaffalon disse que para equacionar o problema já se dispôs até mesmo a chamar algum outro empresário (que pode ser o próprio Grupo Zaffari) para financiar os custos na movimentação judicial e cartorial e se ressarcir mais adiante mediante a garantia de cedência de um pedaço das terras.

    Zaffalon disse num passeio ao terreno que já tem parte do arruamento pronto e asfalto, com iluminação concluída, que tem se esforçado e tem feito de tudo para que Gravataí não seja abandonada pelo Grupo Zaffari.

    E quando já estava prestes a entrar no carro, para ir embora, deu a resposta que está lá no começo desta matéria erguendo os ombros, esticando os braços um pouco à frente do corpo com as palmas das mãos viradas para frente, cenho franzido e um meio muxoxo.

    --- É. Gravataí corre o risco, sim, de perder o projeto do Zaffari. Esse é o medo da gente, que uma hora estoure a paciência e eles desistam do investimento.

    Sobre os próximos passos...

    • minuto seguinte
      Jones entre os 15 melhores parlamentares
      por Rafael Martinelli | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • festa campeira
      Rodeio espera 100 mil pessoas até domingo
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • histórias da bola
      O Gre-Nal do ministro
      por Cláudio Dienstmann
    • minuto seguinte
      Marco Munhoz vem a Gravataí falar sobre o futuro da GM
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • dicas
      O verdadeiro e o falso na Black Friday
      por Fraga
    • 3º Neurônio | festil
      É noite de Oscar em Gravataí
      por Rafael Martinelli | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • no por do sol
      Ex-BBB vem a Gravataí para festa na Casa dos Açores
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • rio gravataí
      Arrozeiros perderão licenças no Rio Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • a duplicação
      Agora é a Centenário, depois a Adolfo e as pontes
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • rio gravataí
      A medida da sujeira e do veneno na água que bebemos
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.