notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 19/01/2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    coluna do silvestre

    Loja Havan inaugurada dia 8 deste mês no shopping de Passo Fundo tem 7,5 mil metros quadrados construídos, investimento de R$ 25 milhões e é a primeira da rede no Rio Grande do Sul. FOTO | Jornal O Nacional

    Vai ter uma Havan em Gravataí ou Cachoeirinha?

    por Silvestre Silva Santos | Publicada em 26/12/2018 às 15h04| Atualizada em 07/01/2019 às 15h28

    Não! Mas vai ficar bem pertinho. Claro, isso depende ainda da aprovação do projeto pela Prefeitura de Porto Alegre. Se sair, quem vai de Gravataí ou Cachoeirinha para Porto Alegre vai ver, tanto da Freeway e principalmente da avenida Assis Brasil, a majestosa Estátua da Liberdade, símbolo da rede de lojas de Luciano Hang.

    É o que a jornalista Giane Guerra conta em sua coluna, hoje (26/12), no site gauchazh.com.br.

    A fase atual é de estudos de viabilidade e, superada essa fase, a ideia é ingressar com projetos físicos na Prefeitura para – se possível – iniciar as operações ainda no primeiro semestre do próximo ano, 2019. É tudo muito ligeiro em se tratando de Havan! O terreno fica na Assis Brasil, quase na Freeway e do ladinho da fábrica da Coca-Cola.

    A jornalista lembra, na publicação de hoje, que Luciano Hang já cogitou instalar uma das suas lojas na capital dos gaúchos, mas havia desistido dos planos quando a Prefeitura barrou a instalação da estátua-símbolo da rede que tem sua matriz no vizinho estado de Santa Catarina e recentemente inaugurou uma de suas unidades em Passo Fundo, no começo deste mês.

    Luciano Hang confidenciou à jornalista Giane Guerra que, agora, mantém os planos anunciados para o Rio Grande do Sul de abrir 50 lojas no estado. Número que pode ser ampliado para 60. E que o número médio de 120 vagas abertas em cada uma destas lojas também pode aumentar. Foi o que aconteceu em Passo Fundo onde as contratações chegam a 160 funcionários.

     

    LIBERDADE

     

    1

    A famosa Estátua da Liberdade que identifica no Brasil a rede de Lojas Havan tem 35 metros de altura e custa em torno de R$ 1,5 milhão, cada uma. A empresa ainda adotou a fachada estilizada da Casa Branca (sede do governo dos Estados Unidos) em suas lojas.

     

    2

    A fundação da rede de departamentos foi em 26 de junho de 1986 ainda como loja de tecidos e malhas, e o nome vem da união de Hang e Vanderlei, antigo sócio. A sede da empresa fica em Brusque, Santa Catarina.

     

    3

    Em 1999, Luciano Hang percebeu os rumos da economia com a desvalorização cambial e definiu nova vocação para a Havan, que a partir de então ingressava no segmento de lojas de departamentos.

     

    4

    Hoje o Grupo Havan, liderado por Luciano Hang, tem além das lojas outros empreendimentos no Sul do Brasil na área da geração de energia elétrica, postos de combustível, factoring e hotelaria, entre outros.

     

    5

    Com mais de 100 mil produtos, a Havan é uma loja de departamentos presente em 15 estados e com 120 grandes lojas físicas. A informação – não oficial – é de que a rede feche 2018 com cerca de 16 mil funcionários.

     

    Água fria

     

    No final de abril, dia 30, o prefeito de Cachoeirinha, Miki Breier, foi a Santa Catarina apresentar o município aos donos da rede de Lojas Havan. Ele foi recebido por Nilton Hang, diretor de expansão da Havan.

    Além de produtos da cidade, Miki apresentou um mapa da cidade inclusive apontando terrenos onde o empreendimento podereia ser erguido. Na volta, o prefeito contou que foi muito bem  recebido e que Nilton Hang gostou do que foi mostrado.

    A notícia de que pode ser instalada uma das filiais em Porto Alegre, bem pertinho de Cachoeirinha, é um banho de água fria nas pretensões do prefeito que ainda sonha em ter uma Estátua da Liberdade fincada no município.

     

     

     

     

     

    • opinião
      Rodrigo Maroni, o político que é ’um Coringa pelo mundo’
      por Rafael Martinelli
    • 3º Neurônio | opinião
      Aborto, um sentimento de alívio
      por Debora Diniz e Giselle Carino | El País
    • opinião
      Não basta um ’prefeito de Colatina’ para Gravataí e Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli
    • 3º Neurônio | crise civilizatória
      Nazismo: banalidade do mal ou gozo dos carrascos?
      por Jordi Jean | El País | Tradução: Eleutério Prado | Outras Palavras
    • 3º Neurônio | ciência
      Encontrado o organismo que explica a origem de toda a vida complexa da Terra
      por Nuño Domínguez | El País
    • zanzando com kati
      Pelas cascatas de Riozinho
      por Katterina Zandonai
    • casas da Granja
      Como foi o processo para regularizar as moradias
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      Sobre a ’Cruz de Gravataí’ na mesa do ministro; entenda
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      A fake news do endividamento de Gravataí; o Jesus de 2020
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Como se inscrever para vagas na Havan de Gravataí
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Policial morto em Gravataí está no Memorial de Honra; parabéns, Nadini
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Gravataí chama médicos, mas 4 em cada 10 desistem; 177 foram embora em 3 anos
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Sobre a utilidade dos assessores na Câmara de Cachoeirinha; a polêmica da biometria
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Segunda é ’Dia L’, de Dr. Levi candidato de Marco Alba; depois o ’Dia A’
      por Rafael Martinelli
    • personagens
      Como é o dia a dia de uma pessoa cega?
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • moradia
      Ainda há 8 mil famílias na fila da casa própria
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • opinião
      Deadpool de Gravataí sem fantasia; em 2020, a caridade pela política
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Anabel critica obra que seus vereadores aprovaram; ou ’aliviando Bolsonaro’
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      A treta de Facebook entre o vereador e o eleitor
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Guilherme Klamt | EDITOR | guilherme@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.