notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 23/02/2018

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    campanhas e nós

    Solidariedade

    por Marta Busnello | Publicada em 10/06/2017 às 19h40| Atualizada em 10/06/2017 às 19h42

    Nesta época do ano é tradicional a realização de campanhas do agasalho. Li, certa vez, em uma faixa: “Doe enquanto durar sua generosidade”. Nossa generosidade tem limite? Acho que é possível responder afirmativamente, pois não podemos dar tudo que temos.

    Quem é generoso não espera nada em troca, nem pagamento ou recompensa. Nesse sentido, as campanhas do agasalho seguem esses princípios, pois são doações anônimas e, em geral, não se sabe quem usará o que foi doado.

    Quando faço doação de roupas ou calçados, cuido para que estejam em condições de serem usados de imediato por quem as receber. É preciso distinguir o que pode ser doado e o que deve ser descartado no lixo. Também aqui precisamos nos colocar no lugar do outro.

    Muitas outras campanhas usam como mote a solidariedade. Expressões e práticas dão conta de que somos solidários. De acordo com o dicionário, a palavra "solidariedade" também é usada para designar um sentimento, ou a união de simpatias, interesses ou propósitos entre os membros de um grupo.

    Exemplos não nos faltam, especialmente nestes últimos dias em que as chuvas deixaram desabrigados por todo o Estado. Uma corrente de solidariedade se formou. São muitas pessoas e grupos que se organizam para ajudar.

    Solidariedade não é só ajudar ao próximo. É dividir o que sabemos. É compartilhar informações, coisas que aprendemos. É ter interesse pelas pessoas. Ser solidário é apoiar o próximo a não ser enganado, a ter uma vida digna.

    Gosto de uma definição lida, não lembro onde, que na filosofia budista oferecer amor, proteção, consolo, coragem e coisas materiais são formas de generosidade.

    Generoso ou solidário, não importa. O que vale é ver uma pessoa que precise, sendo alimentada e protegida. A expressão “calor humano” pode ser traduzida em atos individuais ou coletivos de respeito à vida.

    No frio do inverno, sob a chuva e vitimados por cheias, muito precisam de nós, que temos mais do que precisamos.

    • projeto Semear
      Produção de alimentos no lugar de ocupações
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • o parto da notícia
      Gugu Streit vice de Sartori (e Marco Alba)
      por Rafael Martinelli
    • opinião
      Filho de Bolsonaro chama ex-vereador de bandido
      por Rafael Martinelli
    • câmara
      Nadir vai contra o prefeito na polêmica do IPTU
      por Rafael Martinelli
    • câmara
      OPINIÃO | IPTU, a audiência que não terminou
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Do Zaffari ao Asun: como trabalhar com eles
      por Silvestre Silva Santos
    • carnaval 2018
      A Onça Negra não vai beber água no Porto Seco este ano
      por Silvestre Silva Santos
    • gravataí
      Quem assume mandato com cassação de vereadores
      por Rafael Martinelli
    • mobilidade urbana
      Será o fim dos quebra-molas na zona urbana?
      por Silvestre Silva Santos
    • câmara
      7 coisas sobre audiência pública do IPTU
      por Rafael Martinelli
    • exposição
      Tem som de museu no Gravataí Shopping
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • vereadores
      Como manter mandato mesmo com cassação no TRE
      por Rafael Martinelli
    • caso das laranjas
      TRE: mandato de 3 vereadores de Gravataí está em jogo segunda
      por Rafael Martinelli
    • rio limpo
      Navegando com pachamama ao futuro do Gravataí
      por Rafael Martinelli | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • série prefeitos
      10 coisas que Marco fez em Gravataí
      por Rafael Martinelli | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • série prefeitos
      10 coisas que Miki fez em Cachoeirinha
      por Rafael Martinelli | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • série prefeitos
      10 coisas que Darci fez em Glorinha
      por Rafael Martinelli | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.