>
notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 12/12/2017

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    histórias da bola

    Já estão definidos os grupos para a Copa do Mundo na Rússia ano que vem

    Mas vai ter sorte assim na Rússia!

    por Cláudio Dienstmann | Publicada em 02/12/2017 às 18h05| Atualizada em 03/12/2017 às 13h07

     

    “A sorte no futebol existe, mas não podemos controlá-la, nem treiná-la: o importante são os bons desejos” (Oscar Washington Tabárez, professor e técnico uruguaio)

    “Eu não acredito em sorte – mas ela é indispensável no futebol” (Alan Ball, atacante inglês campeão da Copa do Mundo de 1966)

     

    : Aqui o Brasil estreia Copa de 2018, dia 17 de junho, contra a Suíça: Rostov

     

    Nos últimos 20 anos a sorte tem ajudado a seleção brasileira no sorteio dos grupos da Copa do Mundo – seis, no caso. E voltou a acontecer sexta-feira, 1º. de dezembro: os três primeiros adversários na Rússia serão times de nível médio para baixo – Suíça, Costa Rica e Sérvia. Enquanto isso, por exemplo, a Inglaterra pega a forte Bélgica, e a Alemanha tem um clássico com a Suécia, que eliminou a Itália.

    Quer ver só? Em 1998 o Brasil começou enfrentando Escócia, Marrocos e Noruega, e em 2002 Turquia, China e Costa Rica. Em 2006 o início foi contra Croácia, Austrália e Japão, em 2010 Coreia do Norte, Costa do Marfim e Portugal, e em 2014 Croácia, México e Camarões.

    O Brasil tem oito jogos contra a Suíça (um pela Copa, 2x2 em 1950 no Pacaembu), e o retrospecto até que é apertado: três vitórias, três empates e duas derrotas, dez gols a favor e oito contra.

    Com a Costa Rica são dez partidas (uma no Mundial, 1x0 em 1990 em Turim), com nove vitórias e uma derrota – contra um combinado gaúcho representando o Brasil –, total de 32 gols contra nove.

    Contra os sérvios a seleção jogou apenas uma vez, e ganhou por 1x0 num amistoso em 2014 no Morumbi; antes disso a Sérvia foi um dos seis países que fizeram parte da Iugoslávia, junto com Montenegro, Croácia, Eslovênia, Macedônia e Bósnia-Herzegovina.

    Na verdade, dos outros 31 países da Copa de 2018 o Brasil tem vantagem nos confrontos contra 30. Poderia ser contra todos os 31, mas a seleção nunca jogou contra o Senegal.

    Os problemas na Rússia devem vir depois da largada. Se por exemplo o Brasil for primeiro do seu grupo na primeira fase e a Alemanha segundo, ou o contrário, os dois se enfrentam já nas oitavas-de-final.

    E aí, gente, haja coração!

     

    : Jornal suíço: "Suíça enfrenta Brasil, Costa Rica e Sérvia (...) e Alemanha nos aguarda nas oitavas de final"

     

    Agenda histórica do futebol gaúcho na semana

     

    3.12, domingo

    1961 – Inter ganha primeiro campeonato gaúcho unificado – com extinção das divisões regionais –, 2x1 Pelotas na Boca do Lobo

    1967 – Grêmio hexa gaúcho, 1x1Brasil de Pelotas no Bento Freitas

     

    4.12, segunda-feira

    1983 – em amistos com a Associação Alegrete, goleiro Benitez, do Inter, se choca com atacante Celeni, é atingido na cabeça, sofre lesão na coluna cervical e nunca mais joga futebol

     

    5.12, terça-feira

    1926 – Grêmio campeão gaúcho pela terceira vez, 4x3 Guarany de Bagé

    2010 – Cerâmica vence Brusque de Santa Catarina por 1x0 em Gravataí, gol de Guto, e ganha o seu primeiro título nacional: é o primeiro clube gaúcho campeão da Recopa Sul-Brasileira

     

    6.12, quarta-feira

    1947 – Força e Luz, de Porto Alegre, muda de nome para Corinthians

     

    7.12, quinta-feira

    2016 – Grêmio é pentacampeão da Copa Brasil, 1x1 Atlético Mineiro

     

    8.12, sexta-feira

    2012 – Grêmio inaugura Arena (50.000 + 10.540 = 60.540 lugares) e vence Hamburgo por 2x1

     

    9.12, sábado

    1984 – Inter tetra gaúcho, apesar de derrota de 1x0 para o Brasil de Pelotas no Beira-Rio

    • coluna do silvestre
      Chineses botam os pés na aldeia com nova fábrica
      por Silvestre Silva Santos com assessoria
    • lance de craque
      Colorados trazem o ídolo DAlessandro à Gravataí
      por Silvestre Silva Santos
    • coluna do martinelli
      10 efeitos da nova filiação do Dr Levi
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Prefeitura quer o fim das raves em Gravataí
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Algo para conter massacre de jacarés no Rio Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • inclusão
      Cega luta para reativar a associação
      por Silvestre Silva Santos
    • opinião
      Até oposição parabeniza Jones por seus votos
      por Rafael Martinelli
    • coluna do silvestre
      Como o bilhão da GM tem seduzido investidores
      por Silvestre Silva Santos | Edição de imagens: Guilherme Klamt
    • câmara
      OPINIÃO | Sem pizza na CPI do Ipag, por favor
      por Rafael Martinelli
    • pps
      O partido que abriu as portas para Anabel e Dilamar
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    redacao@seguinte.inf.br

    Roberto Gomes | DIRETOR | roberto@seguinte.inf.br
    Rafael Martinelli | EDITOR | rafael@seguinte.inf.br
    Silvestre Silva Santos | EDITOR | silvestre@seguinte.inf.br
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.