notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 27/10/2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    política

    Passagens municipais estão congeladas em R$ 4,60 desde 2019

    Cachoeirinha também bancou indenização milionária para empresa de ônibus por perdas na pandemia; A institucionalização do subsídio

    por Rafael Martinelli | Publicada em 30/07/2021 às 17h50| Atualizada em 10/08/2021 às 13h54

    Sem o mesmo ‘acidente político’ que aconteceu no Grande Tribunal das Redes Sociais de Gravataí  com os R$ 5 milhões da Prefeitura para a Sogil, o governo Miki Breier (PSB) já repassou R$ 1,4 milhão a concessionária do transporte coletivo, a Transbus, para congelar a passagem municipal de Cachoeirinha em R$ 4,60 e indenizar perdas da pandemia.

    A Câmara de Vereadores aprovou o subsídio enquanto o município estiver em calamidade devido ao novo coronavírus. Já foram aportados para o transporte coletivo neste ano R$ 200 mil em 9 de março; R$ 300 mil em 31 de março; R$ 300 mil em 7 de maio e R$ 300 mil em 9 de julho.

    Em 2020 a Prefeitura já tinha adiantado a compra de R$ 120 mil em bilhetes para distribuir como vale-transporte para o funcionalismo público municipal.

    – Havia risco de atraso de salários dos funcionários da empresa – justifica a secretária municipal de Segurança e Mobilidade.

    Conforme Tatiana Boazão, o subsídio garantiu o congelamento em 2020 e 2021 nas linhas municipais. O reajuste normalmente seria concedido no mês de julho após o dissídio dos trabalhadores do setor.

    As linhas intermunicipais (Transcal, Sogil e TM), de responsabilidade do Governo do Estado, tiveram um reajuste de 4,83% de 1º de julho, o que já analisei em Nem o ’Seu Sogil’, nem o Zaffa aumentaram a tarifa do Gravataí-Porto Alegre; A hora do pesadelo (o subsídio).

    A secretária confirma pressão da Transbus por mais subsídios.

    – Pedem R$ 1 milhão – revela.

    O cálculo da empresa é de que a queda de passageiros foi de 12 mil/dia para 2 mil/dia entre março de 2020 e março de 2021, o pior mês da pandemia. Atualmente o número de passageiro é de, em média, 7 mil/dia. As gratuidades correspondem a 40% dos usuários.

    – As restrições da pandemia, como número de passageiros por ônibus, oneraram a empresa, que também já vinha sofrendo com o efeito dos aplicativos tipo Uber.

    Em Do bilhete de graça para pobres da Gravataí de hoje ao fim das gratuidades e à tarifa zero bancada pelo IPTU amanhã; O sincericídio e o caça-cliques escrevi:

     

    “...

    Torço a discussão não seja rebaixada ao “deixa aumentar a passagem que o povo usa Uber” – falsidade cometida por desinformados e informados do mal. Seria infantil, não fosse injusto, comparar o gasto de um trabalhador que utiliza ônibus diariamente com o de alguém que chama o aplicativo apenas quando precisa.

    Fato é que nem a chegada do 2022 eleitoral vai estacionar o debate. Já vá perguntando a seu político(a) de estimação o que ele(a) faria se estivesse hoje sentado(a) na cadeira principal do segundo andar do palacinho ocre da José Loureiro da Silva; e/ou o que vai sugerir para a passagem dos ‘branquinhos’ não passar dos R$ 7.

    Mamãe não quero ser prefeito, mas, fosse eu, proporia no IPTU ‘a taxa da tarifa zero’, só que com os ricos da Paragem pagando mais que os pobres do Rincão. Bem mais.

    Mamãe não quero ser prefeito, mas, fosse eu, proporia no IPTU ‘a taxa da tarifa zero’, só que com os ricos da Paragem pagando mais que os pobres do Rincão. Bem mais.

    ...”

     

    Ao fim, é como já analisei em uma série de artigos quando a ‘pauta-bomba’ se armou em Gravataí: o subsídio para o transporte coletivo será ‘institucionalizado’ nos orçamentos públicos, ou o preço das passagens explodirá. Reputo o debate sobre como financiar a ‘tarifa zero’ é o que precisa avançar. O subsídio é inevitável neste tempo de ‘uberização’.

     

    LEIA TAMBÉM

    Miki escapa do golpeachment e projeta 80 milhões em obras; ’Faço auto-crítica, mas é preciso pensar em Cachoeirinha, não em eleição’

    Socorro milionário ao transporte público de Gravataí: a responsabilidade dos vereadores e o sincericídio de Zaffa

    6 meses de governo: O sincericídio de Zaffa em vídeo; Os feitos, os planos e polêmicas como IPTU, Sogil, Corsan e mais.

    • política
      Oposição quer ’CPI do Miki’ em Cachoeirinha; Amizade ou relação promíscua, e as 648 horas sem provas
      por Rafael Martinelli
    • política
      O que mais preocupa Zaffa sobre pedágio em Gravataí; A 020 e os 5 pedidos ao governador
      por Rafael Martinelli
    • política
      Vereadores de Gravataí podem ter mesma reposição de 10 por cento do funcionalismo; Os mil a mais e o osso
      por Rafael Martinelli
    • política
      EXCLUSIVO | Miki será alvo de novo impeachment ou CPI em Cachoeirinha; ’Nunca vi denúncia tão bem formulada pelo MP’, diz advogado de vereadores
      por Rafael Martinelli
    • 23 de outubro
      141 anos de Gravataí: por que um prefeito ’trocou’ a data do aniversário para hoje
      por Redação
    • política
      Paulo Silveira e Beto, dois candidatos; A educação e a cura da sogra de Pedro
      por Rafael Martinelli
    • política
      EXCLUSIVO | Miki pede recondução à Prefeitura de Cachoeirinha; É absolutamente inocente, diz defesa ao pedir anulação de denúncias sobre ’mesadão do lixo’
      por Rafael Martinelli
    • aniversário
      Comemorar olhando para o futuro; O artigo de Zaffa nos 141 anos de Gravataí
      por Redação
    • política
      Marco Alba foi um bom gestor; Gravataí é excelência no Índice Firjan
      por Rafael Martinelli
    • política
      Já se fala em aumento de salário para vereadores de Gravataí; A fila do osso
      por Rafael Martinelli
    • política
      Vereadores Dila e Bino pedem mandatos na justiça por perseguição política do PDT de Gravataí; Anabel pressiona por expulsão
      por Rafael Martinelli
    • política
      O reflexo de Busato, do novo partidão do Brasil, na casa de Cláudio Ávila em Gravataí; Dimas, Odair do Acorda e o Retrato de Dorian Gray
      por Rafael Martinelli
    • política
      No que Zaffa lembra o ’Véio da Havan’; O prefeito de Gravataí e o mercador
      por Rafael Martinelli
    • política
      Chefe da Guarda de Gravataí não pode ser ’segurança’ de pub que deveria fiscalizar
      por Rafael Martinelli
    • política
      Fernando Deadpool age como um Boca Aberta de Gravataí; Um vereador a cliques da perda do mandato
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Rodrigo Becker | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.