notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 25/09/2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    opinião

    Pirelli, Prometeon e GM paradas em Gravataí; o ’contágio econômico’ da crise do coronavírus

    por Rafael Martinelli | Publicada em 20/03/2020 às 22h47| Atualizada em 29/03/2020 às 16h58

    A Prometeon e a Pirelli anunciaram nesta sexta a suspensão da produção nas fábricas de Gravataí. Os comunicados das empresas citam a crise do coronavírus, o que não fez referência nota da GM, que ao anunciar as férias coletivas, quarta, creditou ao “ajuste da produção à demanda do mercado”.

    Na chinesa são 1,7 mil, e na italiana, 900 funcionários que ficarão em férias coletivas até pelo menos 13 de abril. Na GM, 5 mil funcionários.

    É uma tragédia imediata e futura para o bolso dos trabalhadores, que dificilmente atingirão metas de participação nos lucros e resultados, e para a economia de Gravataí, que sofre com a ‘quarentena’ no giro dos salários e, em 2022, com o retorno dos impostos.

    Muitos debocharam do ‘alarmismo’, mas ainda em 6 de março alertei para a crise no artigo O contágio do coronavírus é na economia de Gravataí; GM pode parar.

    No artigo, trouxe uma estimativa da tragédia que é a suspensão da produção de veículos em Gravataí.

     

    É preciso contabilizar perdas imediatas no giro com salários, em um possível layoff (suspensão temporária de contratos de trabalho); e também perdas futuras, com o Valor Adicionado Fiscal, que é um indicador econômico-contábil utilizado pelo Estado para calcular o índice de participação municipal no repasse de receita do ICMS, que reflete daqui a dois anos, e considera todas as operações com mercadorias/produtos que constituem fato gerador do imposto.

    Ao fim, uma GM parada corresponde a um rombo de R$ 10 milhões a cada mês.

    Ou quase duas pontes do Parque dos Anjos a cada 30 dias.

     

    Como tratei nesta quarta em GM dá férias e suspende investimentos; o contágio em Gravataí, hoje e amanhã, o ‘contágio econômico’ deve ser ainda maior. Carlos Zarlenga, presidente da GM na América do Sul, disse que a General Motors decidiu adiar seu mais recente plano de investimentos, de R$ 10 bilhões entre 2020 e 2024.

    No ‘show do bilhão’ está o R$ 1,4 bi que a GM anunciou em 2017 para Gravataí, consolidando a unidade como a mais importante da montadora na América Latina. Parte do investimento já foi feito, conforme Valcir Ascari, o ‘Quebra-Molas’, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí, mas a montadora não publiciza cifras.

    Ao fim, como lamentavelmente observei no artigo anterior, preparemo-nos não apenas para danos de 20 semanas, a projeção para a crise do coronavírus. Inegável é que, nas contas de Gravataí, a paralisação da GM e de outras empresas cobrará uma fatura diária de Marco Alba, pela 'quarentena' a qual passará o movimento da economia. E também é boleto para quem comandar a Prefeitura a partir de 2021, já que a queda de receita pelas perdas de 2020 é uma certeza em 2022.

    São e serão tempos de guerra. 

    Não é ‘terrorismo’, são os fatos, aqueles chatos que atrapalham argumentos.

     

    LEIA TAMBÉM

    Por que sou contra prorrogar mandatos de prefeitos e vereadores até 2022; o Advogado do Diabo

    Hospital suspende cirurgias e Prefeitura tele e especialidades; estamos em guerra em Gravataí e Cachoeirinha

    Clica aqui para ler mais sobre a crise do coronavírus no site do Seguinte:

    • negócios
      Gravataí boa para investir: Prometeon aposta no agro e amplia produção local
      por Redação | Assessoria
    • negócios
      Magalu inaugura centro de distribuição de 400 empregos em Gravataí
      por Redação | Assessoria
    • política
      Resposta de Anabel ao Seguinte: parece de Bolsonaro contra Globo
      por Rafael Martinelli
    • política
      Gestão de Anabel é desastre político no PDT de Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • política
      É fake news: o Jones de Gravataí vacinou, sim!
      por Rafael Martinelli
    • política
      Zaffa quer dar vida a ’esqueletos’ de Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • política
      Vereador de Gravataí doar salário é bom para escolas e ruim para política
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      Gravataí e Cachoeirinha dizem ’não’ para o negacionismo homicida de Bolsonaro; A fumaça, a ex, o caçula e o assassínio curandeiro na Prevent Senior
      por Rafael Martinelli
    • política
      Como tirar o Centro de Gravataí dos anos 70; Uma charla farroupilha com Zaffa
      por Rafael Martinelli
    • política
      Chamou de ladrão, o Miki processa; O corrupto da mesa do lado
      por Rafael Martinelli
    • política
      Gravataí pode receber ’uma nova Emergência do Becker’ após calote milionário
      por Rafael Martinelli
    • política
      O fim das carroças e uma vida melhor para carroceiros de Gravataí; O açoite da verdade
      por Rafael Martinelli
    • negócios
      Como a GM vai ajudar até a lojinha do Zaffa em Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • política
      Onde estarão políticos de Gravataí após fracasso do ’nem-nem’ deste domingo? O ’ex e o futuro presidiário’
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Rodrigo Becker | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.