notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 22/06/2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    crise do coronavírus

    Maior jornal do país publicou reportagem em seu site neste sábado

    Deu na Folha de S. Paulo: Gravataí entre 50 grandes cidades do país com explosão de mortes; ’Não dá para fingir normalidade’

    por Rafael Martinelli | Publicada em 13/03/2021 às 20h47| Atualizada em 29/03/2021 às 11h36

    Levantamento produzido pela Folha de S. Paulo inclui Gravataí entre as 50 maiores cidades do país com maior letalidade na segunda fase da pandemia.

    A reportagem Mortes por COVID-19 explodem em 50 grandes cidades do país mostra que 40% das cidades com mais de 100 mil habitantes atingiram um pico 80% maior que 2020.

    “Explosão”, usa o maior jornal do país, mesma descrição que, ainda em fevereiro, a dois dias do Rio Grande do Sul entrar em bandeira preta, usei em Contágio e mortes explodem em Gravataí; E o ’Carnaval da COVID’ – e por vários fui acusado de fazer terrorismo midiático.

    A Folha também inclui Gravataí entre os 68 municípios em “estágio acelerado” de contágio.

    A matéria publicada neste sábado confirma o impacto maior da pandemia no Sul do Brasil, com hospitais superlotados e saúde em colapso, como tratei ainda hoje em 12.3.2021, dia do colapso na saúde de Gravataí: 500 por cento de ocupação de UTIs e leitos COVID; Enfiem o negacionismo no [email protected]&#!.

    Nove a cada 10 grandes cidades da região registraram recorde de mortes nas duas últimas semanas. Gravataí dia 4, como tratei em O pior dia de nossas vidas: nunca se morreu tanto em Gravataí; ’Pelo amor de Deus, não temos mais como atender às pessoas infectadas’, apela prefeito.

    Especialistas ouvidos não creditam “explosão” apenas às novas variantes do vírus, mas também ao relaxamento das pessoas com as medidas de proteção; no que chama “fadiga da pandemia”.

    – Não é uma corrida de 100 metros, é uma maratona – resumiu à reportagem Max Igor Banks Ferreira Lopes, infectologista do Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo.

    Se o Brasil experimentava uma média de 500 mortes diárias por quatro meses em 2020, nos últimos 50 dias a média é de 1000 vidas perdidas a cada 24h.

    – Só se pensou nos leitos. Se investiu na doença. Não tivemos maturidade técnica e política para discutir medidas efetivas de identificação e contenção da propagação do vírus – analisou à Folha, Ethel Maciel, professora da Universidade do Espírito Santo.

    Ao fim, é a assustadora ‘ideologia dos números’. Gravataí tinha uma média de 0.75 mortes por dia em dezembro e nos primeiros 10 dias de março registrou média de 4 vidas perdidas a cada 24h.

    – Não dá para fingir normalidade. Não está dando – é a constatação de Ferreira Lopes à Folha de S. Paulo, conforme a conclusão da reportagem “sob barulhos de UTI”.

    Um lockdown de verdade se impõe.

     

    LEIA TAMBÉM

    Não seria hora de um lockdown de verdade, de indústria, supers e ônibus em Gravataí e Cachoeirinha?; O exemplo que funcionou

    Os sacos de corpos, 8 mortes/dia e 51 esperando UTI COVID; Como começa pior mês das nossas vidas

    Vacinas custariam 6 Pontes do Parque para Gravataí e Cachoeirinha; Parabéns, Bolsonaro!

    Vacilões & covidiotas cancelados: a cada 2h uma denúncia de aglomeração em Gravataí; Valendo multa de até 4 mil sem máscara

    Lockdown maior em Gravataí e Cachoeirinha: ’A situação é de desespero’, diz Zaffa; Associo-me ao ’mimimi’

     

    • negócios
      Com ’milhares de empregos’, Lojas Americanas projeta ampliação de centro de distribuição em Gravataí
      por Redação
    • emprego
      A GM de Gravataí está contratando; Saiba como se cadastrar
      por Redação
    • saúde
      Parceria Zaffa & Marco Alba confirma ampliação da UTI de Gravataí: Prefeitura banca metade do investimento no Becker; O acerto Santa Casa
      por Rafael Martinelli | Assessoria
    • operação proximidade
      Cachoeirinha: O que intriga no ’caso SKM’ que agora apreendeu dinheiro do prefeito e de empresários
      por Rafael Martinelli
    • pedagiaço
      A Gravataí que não engole pedágio: ’Depois de 14 anos pagando a duplicação ninguém merece’; O país do faturo
      por Rafael Martinelli
    • negócios
      Os milhões que Gravataí já perdeu com a GM parada; Aguente firme, Dominic!
      por Rafael Martinelli
    • política
      Ação judicial pede anulação da Reforma da Previdência de Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • pedagiaço
      Gravataí dos 3 pedágios: Leite confirma cobrança na 118 e 020 em Gravataí; Não era ’fake news’
      por Rafael Martinelli
    • política
      Vereadores querem mexer com 276 mil cada por ano; Cachoeirinha e o pior do Brasil
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      A ’despiora’ da COVID: platô é de 3 vidas perdidas por dia em Gravataí; São mortes com rosto, como os Denicol ou a profe Maura
      por Rafael Martinelli
    • ppp da corsan
      Falta de água e esgoto em Gravataí: Corsan anuncia meio bilhão e reservatório nas Moradas; Grito de Zaffa deu resultado
      por Rafael Martinelli | Assessoria
    • política
      O gravataiense que come a la minuta com Bolsonaro em Brasília
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Rodrigo Becker | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.