notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 27/10/2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    ranking do saneamento

    Equipes consertam adutora | foto ARQUIVO

    Sem água e sem esgoto Gravataí segue entre piores do Brasil; Zaffa apoia privatizar Corsan

    por Rafael Martinelli | Publicada em 23/03/2021 às 17h17| Atualizada em 29/03/2021 às 11h40

    Gravataí ganhou seis posições, mas se mantém entre as piores do Brasil no ranking do saneamento. O levantamento feito pelo Instituto Trata Brasil com base em dados de 2019 mostra que o município subiu do 94º lugar para o 88º em 2021. O percentual da população atendida com água é de 95,24% e com esgoto 33,57%.

    A expectativa de reversão dos números trágicos é, para o governo Luiz Zaffalon, a parceria público-privada (PPP) da Corsan com o consórcio Aegea, que envolve 9 municípios da Região Metropolitana e projeta universalizar os serviços, com investimento de R$ 1,77 bilhão em 11 anos.

    Conforme o marco nacional do saneamento o prazo é até 2033. Mesma legislação que, conforme o governador força uma inevitável privatização pela incapacidade de investimento da Corsan e serve de justificativa para o governador tentar tirar da Constituição Estadual a necessidade de plebiscito para autorizar a venda da estatal.

    A esperança de Zaffa segue a mesma.

    – A PPP não muda com uma privatização. É a única alternativa.

    Pedi uma análise sobre a privatização, e o prefeito, que presidiu a Corsan no governo Yeda Crusius, enviou WhatsApp.

     

    “...

    Quando fui presidente eu dizia aos funcionários que isto iria acontecer, que era o caminho natural para uma empresa que não cumpria minimamente sua missão.

    Eu fui da CRT e lá ocorreu isso também, naturalmente.

    Sou favorável a privatização como cidadão e prefeito de Gravataí.

    Temos 20% de esgoto coletado e 85% com água potável, sendo que em grandes áreas da cidade falta água todos os dias.

    A Corsan perde mais de 50% do que produz.

    A cidade cresceu e a companhia não acompanhou e nem tem como acompanhar – isto está comprovado.

    Não investe na recuperação e prevenção do Rio de onde ela tira a matéria prima. Faz buracos em toda cidade e não recupera à contendo e na rapidez que precisamos.

    Em 2021, uma cidade grande como a nossa, não pode existir sem esgoto coletado e tratado; o rio Gravataí é uma cloaca. Não dá mais pra aceitar isto.

    Tenho muitos e muitos empreendimentos parados por falta de esgoto e o rio podre.

    A sociedade de Gravataí não aguenta mais a Corsan, disse há poucos dias para um diretor da empresa. Precisamos de investimentos e listamos quais são. Com a estatal já está provado que não serão feitos

    ...”

     

    Ao fim, o especialista é Zaffa.

    Resta-me, porém, uma certeza: além da polêmica política do plebiscito, não basta autorização para vender, é preciso depois ter quem queira comprar e arcar com os investimentos.

    Na região metropolitana o bilhão para a PPP é barbada para reverter em lucro vendendo água, ainda mais com a Corsan tendo entrado com o investimento inicial.

    A coisa fede quando é preciso outros 9 bilhões até 2033 para garantir água e esgoto para outros 200 municípios menores cobertos pela estatal.

     

    LEIA TAMBÉM

    A esperança para acabar a falta de água e tirar Gravataí do rodapé do saneamento; assista

    Corsan apresenta investimentos da PPP em Gravataí

    Como tirar Gravataí do rodapé do saneamento

    PPP da Corsan tem 3 interessados; no PowerPoint, Gravataí e Cachoeirinha terão saneamento até 2028

    Um outro lado da PPP da Corsan; uma GM para Gravataí

    O Rio Gravataí está descendo pelo ralo

    Cerco ao veneno no Rio Gravataí; o nome do que nos mata aos poucos.

    • política
      Oposição quer ’CPI do Miki’ em Cachoeirinha; Amizade ou relação promíscua, e as 648 horas sem provas
      por Rafael Martinelli
    • política
      O que mais preocupa Zaffa sobre pedágio em Gravataí; A 020 e os 5 pedidos ao governador
      por Rafael Martinelli
    • política
      Vereadores de Gravataí podem ter mesma reposição de 10 por cento do funcionalismo; Os mil a mais e o osso
      por Rafael Martinelli
    • política
      EXCLUSIVO | Miki será alvo de novo impeachment ou CPI em Cachoeirinha; ’Nunca vi denúncia tão bem formulada pelo MP’, diz advogado de vereadores
      por Rafael Martinelli
    • 23 de outubro
      141 anos de Gravataí: por que um prefeito ’trocou’ a data do aniversário para hoje
      por Redação
    • política
      Paulo Silveira e Beto, dois candidatos; A educação e a cura da sogra de Pedro
      por Rafael Martinelli
    • política
      EXCLUSIVO | Miki pede recondução à Prefeitura de Cachoeirinha; É absolutamente inocente, diz defesa ao pedir anulação de denúncias sobre ’mesadão do lixo’
      por Rafael Martinelli
    • aniversário
      Comemorar olhando para o futuro; O artigo de Zaffa nos 141 anos de Gravataí
      por Redação
    • política
      Marco Alba foi um bom gestor; Gravataí é excelência no Índice Firjan
      por Rafael Martinelli
    • política
      Já se fala em aumento de salário para vereadores de Gravataí; A fila do osso
      por Rafael Martinelli
    • política
      Vereadores Dila e Bino pedem mandatos na justiça por perseguição política do PDT de Gravataí; Anabel pressiona por expulsão
      por Rafael Martinelli
    • política
      O reflexo de Busato, do novo partidão do Brasil, na casa de Cláudio Ávila em Gravataí; Dimas, Odair do Acorda e o Retrato de Dorian Gray
      por Rafael Martinelli
    • política
      No que Zaffa lembra o ’Véio da Havan’; O prefeito de Gravataí e o mercador
      por Rafael Martinelli
    • política
      Chefe da Guarda de Gravataí não pode ser ’segurança’ de pub que deveria fiscalizar
      por Rafael Martinelli
    • política
      Fernando Deadpool age como um Boca Aberta de Gravataí; Um vereador a cliques da perda do mandato
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Rodrigo Becker | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.