notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 27/10/2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    crise do coronavírus

    Cúpula da Santa Casa de Misericórdia apresentou projeto ao prefeito nesta sexta, em Gravataí

    13 milhões para ampliar Emergência e UTI do Hospital de Gravataí: O guri Leo juntou 21,45 vendendo latinhas, nós, a quarta economia, não? A metafisica de Zaffa

    por Rafael Martinelli | Publicada em 16/04/2021 às 19h33| Atualizada em 26/04/2021 às 21h52

    Duas ‘Pontes do Parque’, ou R$ 13 milhões, é o necessário para ampliar o SUS do Dom João Becker, único hospital de Gravataí. São R$ 10 milhões para construção de uma nova emergência e mais R$ 3 milhões para ampliação em 100% dos leitos de UTI. Só que, para a obra sair do powerpoint, é preciso recursos para além dos R$ 40 milhões anuais do contrato anual com a Prefeitura.

    A boa notícia é que nesta sexta-feira, mesmo em tempos de contágio econômico da pandemia nas contas públicas e da instituição, a coisa andou – se ainda não financeiramente, politicamente e/ou metafisicamente.

    O prefeito Luiz Zaffalon (MDB) recebeu a direção da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, que pediu apoio da Prefeitura com uma campanha de captação de recurso e articulação para liberação de emendas parlamentares.

    Zaffa determinou aos secretários Régis Fonseca (Saúde) e Davi Servergnini (Fazenda) a criação de um grupo de trabalho para definir “em curto prazo” a questão da liberação de recursos, bem como a captação de investimentos da iniciativa privada.

    A ideia apresentada pelos diretores Júlio de Matos e Ricardo Englert é começar as obras já em maio, mesmo com poucos recursos.

    Conforme Antônio Weston, superintendente em Gravataí, a previsão é de que a ampliação da UTI seja finalizada ainda no primeiro semestre. Já a nova Emergência SUS tem o prazo de execução de um ano, a partir da desativação do Hospital de Campanha.

    Com as ampliações, o Becker vai passar de dez para vinte leitos de UTI. Já com a nova Emergência SUS, a capacidade de leitos subirá de nove para 26 pacientes, além de dobrar a área física disponível.

    A cúpula da Santa Casa também se reuniu com o ex-prefeito Marco Alba que, conforme nota da instituição, “se comprometeu politicamente pelas obras no Dom João Becker”.

    Ao Seguinte:, Zaffa falou sobre o primeiro grande teste para o “sentimento de pertencimento”, obra metafísica que trabalha para espalhar por Gravataí, o que tratei em 90 dias de Zaffa em Gravataí: 10 coisas que o prefeito disse na Acigra.

    – Vou buscar que a cidade, através de suas lideranças, entenda que o Hospital é nosso e que precisamos de uma instituição hospitalar que atenda às necessidades.

    O prefeito antecipou que já vai compartilhar a campanha com integrantes do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (Codes) e procurar parcerias de Acigra, Sindilojas, OAB, Judiciário, Ministério Público, igrejas, imprensa e outras forças sociais.

    – A pandemia mostrou que o Becker foi o local que atendeu sempre os gravataienses mesmo no momento em que o Estado, com estruturas lotadas, fechou as portas e ficamos cada um por si. No aperto, na necessidade, na emergência aqui encontramos a saída. A sociedade precisa arregaçar as mangas e assumir este empreendimento.

    Ao fim, essa é uma campanha inadiável e factível, longe de ser uma fake news como, por exemplo, em meio à crise da pandemia – e suas consequências futuras – ressuscitar o projeto de um hospital regional.

    Como quarta economia gaúcha, quero crer possível agruparmos forças políticas, entidades e grandes empresas comprometidas o suficiente com sua comunidade para conseguir os R$ 13 milhões.

    Basta, principalmente os que mais tem, seguir um exemplo de um ano e 180 quilômetros atrás, que tratei em O pequeno Leo juntou latinhas e doou 21,45 para hospital da cidade; agora é com as empresas gigantes.

     

    LEIA TAMBÉM

    Mais de 600 vidas perdidas em Gravataí: pandemia segue letal em em abril; O detector de mentiras do Bial

    Nunca tantos gravataienses morreram: março teve mais óbitos do que nascimentos; A virulência da COVID-19

    Gravataí e Cachoeirinha: as novas regras para o comércio; 50 tons de bandeira cinza

    Lockdown deu certo: Araraquara tem 2 dias sem mortes, Gravataí tem 5 a cada 24 horas; O efeito Páscoa e a UTI só em hospital militar

    A polêmica da volta às aulas: Gravataí e Cachoeirinha odeiam professores?; Para alguns nas redes sociais parece

    6 meses para ’vacina municipal’: no conta gotas atual, 2 anos para imunizar Gravataí e Cachoeirinha

     

    • política
      Oposição quer ’CPI do Miki’ em Cachoeirinha; Amizade ou relação promíscua, e as 648 horas sem provas
      por Rafael Martinelli
    • política
      O que mais preocupa Zaffa sobre pedágio em Gravataí; A 020 e os 5 pedidos ao governador
      por Rafael Martinelli
    • política
      Vereadores de Gravataí podem ter mesma reposição de 10 por cento do funcionalismo; Os mil a mais e o osso
      por Rafael Martinelli
    • política
      EXCLUSIVO | Miki será alvo de novo impeachment ou CPI em Cachoeirinha; ’Nunca vi denúncia tão bem formulada pelo MP’, diz advogado de vereadores
      por Rafael Martinelli
    • 23 de outubro
      141 anos de Gravataí: por que um prefeito ’trocou’ a data do aniversário para hoje
      por Redação
    • política
      Paulo Silveira e Beto, dois candidatos; A educação e a cura da sogra de Pedro
      por Rafael Martinelli
    • política
      EXCLUSIVO | Miki pede recondução à Prefeitura de Cachoeirinha; É absolutamente inocente, diz defesa ao pedir anulação de denúncias sobre ’mesadão do lixo’
      por Rafael Martinelli
    • aniversário
      Comemorar olhando para o futuro; O artigo de Zaffa nos 141 anos de Gravataí
      por Redação
    • política
      Marco Alba foi um bom gestor; Gravataí é excelência no Índice Firjan
      por Rafael Martinelli
    • política
      Já se fala em aumento de salário para vereadores de Gravataí; A fila do osso
      por Rafael Martinelli
    • política
      Vereadores Dila e Bino pedem mandatos na justiça por perseguição política do PDT de Gravataí; Anabel pressiona por expulsão
      por Rafael Martinelli
    • política
      O reflexo de Busato, do novo partidão do Brasil, na casa de Cláudio Ávila em Gravataí; Dimas, Odair do Acorda e o Retrato de Dorian Gray
      por Rafael Martinelli
    • política
      No que Zaffa lembra o ’Véio da Havan’; O prefeito de Gravataí e o mercador
      por Rafael Martinelli
    • política
      Chefe da Guarda de Gravataí não pode ser ’segurança’ de pub que deveria fiscalizar
      por Rafael Martinelli
    • política
      Fernando Deadpool age como um Boca Aberta de Gravataí; Um vereador a cliques da perda do mandato
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Rodrigo Becker | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.