notcia bem tratada
GRAVATAÍ, 22/06/2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Recomendamos

  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Nossos Clientes
  • Facebook

    crise do coronavírus

    As aulas na rede pública municipal foram retomadas dia 4 de maio

    Merendeira de escola de Gravataí morre por COVID: governo e sindicato dos professores divergem por testagem em massa; Mal-vindos sejamos ao novo normal

    por Rafael Martinelli | Publicada em 25/05/2021 às 19h51| Atualizada em 01/06/2021 às 11h51

    A morte pela COVID-19 de merendeira da Escola Municipal de Ensino Fundamental Cerro Azul não vai mudar os protocolos adotados pela Prefeitura de Gravataí. 

    – Todos os casos de COVID-19 geram alerta para que se reforcem as medidas de higiene, o uso de máscara e o distanciamento mínimo entre as pessoas. Os casos comunicados são orientados pela Vigilância Epidemiológica – informou ao Seguinte:, há pouco, o secretário da Saúde Régis Fonseca, confirmando que não será feita testagem em massa na rede pública ou na Cerro Azul.

    Tratei sobre o ‘surto’ que, tecnicamente, não é surto, em Casos de COVID não suspendem aulas em Gravataí; ’Em escola não há surto’, após a confirmação de quatro casos na escola da Morungava, que não suspendeu aulas presenciais assim como nenhuma outra escola da rede.

    A servidora que perdeu a vida teve o nome e foto divulgados nas redes sociais do sindicato dos professores em nota que denuncia que a merendeira “foi uma das primeiras trabalhadoras em educação contaminadas após a retomada das aulas presenciais”.

    – Já buscamos junto ao governo uma maior testagem e busca ativa de todos que tiveram algum contato com infectados. Estamos tratando de vidas – disse ao Seguinte: a presidente do SPMG/Sindicato, Vitalina Gonçalves, que informou a criação de um banco de dados de casos nas escolas.

    As aulas na rede pública municipal foram retomadas dia 4 para os alunos da educação infantil, 1º e 2º anos do ensino fundamental; dia 10 para 3º, 4º e 5º anos e Ensino de Jovens e Adultos (EJA) e dia 17 para alunos dos anos finais do ensino fundamental e do EJA.

    Fato é que a solução, que é a vacinação, além do prazo para eficácia, depende do conta gotas de doses do Ministério da Saúde, como alertei em artigos como A vergonha da vacina a conta gotas: Gravataí e Cachoeirinha receberam metade de doses necessárias; A logística da incompetência e Apagão das vacinas em Gravataí e Cachoeirinha: a culpa é de quem; Por que faltou Coronavac. De uma população de 270 mil, já foram vacinadas 87 mil pessoas e, para segunda dose, ainda é preciso mais 10 mil imunizações.

    Dos profissionais de educação, que o prefeito determinou a partir da semana passada a imunização mesmo com polêmica judicial, como tratei em artigos como Com Supremo & tudo, Gravataí segue vacinação de professores sexta; A politicagem, o justo, Deus e a ciência e Em 24h, vacinas para professores: Gravataí e Cachoeirinha iniciam nesta quinta; Tem drive-thru na GM, 1.892 profissionais da educação já receberam a primeira dose, de um público de 6 mil. 

    Ao fim, mal-vindos sejamos ao 'novo normal' dos casos de infectados em escolas, que já eram esperados por contrários à volta às aulas presenciais antes da vacinação, como eu e o SPMG; assim como por favoráveis, como o prefeito Luiz Zaffalon e a Unicef.

    Potencialmente a volta às aulas presenciais envolve um público superior a 100 mil pessoas (entre alunos, famílias, profissionais da educação e pessoas relacionadas) mais expostas ao vírus e suas variantes. Modelo matemático produzido por grupo de especialistas em planejamento da Universidade de Granada alerta que colocar 20 crianças numa sala de aula implica em 808 contatos cruzados em dois dias.

    Na Espanha, não na Cerro Azul.

     

    LEIA TAMBÉM

    Gravataí e Cachoeirinha: como estão números da COVID na estreia do ’3 As’; UTIs seguem lotadas

    O ’caminho da extinção’: Gravataí volta ter mais nascimentos que óbitos; O Nostradamus da pandemia e a profecia da terceira onda

    A virulência da COVID em Gravataí: O mês que teve mais mortes que nascimentos

    Aglomeração de ’Copacabana Palace’ em Gravataí; Pancadão da COVID depois derruba comércio em geral

    Abre tudo 24h: Zaffa apresenta novas regras para pandemia em Gravataí; ’Tudo que é licito pode funcionar’

    Sai a ciência, entra a política: Leite passa pincel de colorir mapinha para prefeitos de Gravataí e Cachoeirinha

     

    • negócios
      Com ’milhares de empregos’, Lojas Americanas projeta ampliação de centro de distribuição em Gravataí
      por Redação
    • emprego
      A GM de Gravataí está contratando; Saiba como se cadastrar
      por Redação
    • saúde
      Parceria Zaffa & Marco Alba confirma ampliação da UTI de Gravataí: Prefeitura banca metade do investimento no Becker; O acerto Santa Casa
      por Rafael Martinelli | Assessoria
    • operação proximidade
      Cachoeirinha: O que intriga no ’caso SKM’ que agora apreendeu dinheiro do prefeito e de empresários
      por Rafael Martinelli
    • pedagiaço
      A Gravataí que não engole pedágio: ’Depois de 14 anos pagando a duplicação ninguém merece’; O país do faturo
      por Rafael Martinelli
    • negócios
      Os milhões que Gravataí já perdeu com a GM parada; Aguente firme, Dominic!
      por Rafael Martinelli
    • política
      Ação judicial pede anulação da Reforma da Previdência de Gravataí
      por Rafael Martinelli
    • pedagiaço
      Gravataí dos 3 pedágios: Leite confirma cobrança na 118 e 020 em Gravataí; Não era ’fake news’
      por Rafael Martinelli
    • política
      Vereadores querem mexer com 276 mil cada por ano; Cachoeirinha e o pior do Brasil
      por Rafael Martinelli
    • coronavírus
      A ’despiora’ da COVID: platô é de 3 vidas perdidas por dia em Gravataí; São mortes com rosto, como os Denicol ou a profe Maura
      por Rafael Martinelli
    • ppp da corsan
      Falta de água e esgoto em Gravataí: Corsan anuncia meio bilhão e reservatório nas Moradas; Grito de Zaffa deu resultado
      por Rafael Martinelli | Assessoria
    • política
      O gravataiense que come a la minuta com Bolsonaro em Brasília
      por Rafael Martinelli
    SITE DE JORNALISMO E INFORMAÇÃO
    Gráfica e Editora Vale do Gravataí
    Av. Teotônio Vilela, 180 | Parque Florido
    Gravataí(RS) | Telefone: (51) 3042.3372

    [email protected]

    Roberto Gomes | DIRETOR | [email protected]
    Rafael Martinelli | EDITOR | [email protected]
    Cristiano Abreu | EDITOR | [email protected]
    Guilherme Klamt | EDITOR | [email protected]
    Rodrigo Becker | EDITOR | [email protected]
    Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
    As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
    Desenvolvido por i3Web. 2016 - Todos os direitos reservados.