MOBILIDADE

Devagar, quase parando: como está projeto para amenizar congestionamentos na Freeway e Assis Brasil

Má notícia para quem precisa se deslocar entre Gravataí, Cachoeirinha e Porto Alegre via zona norte.

É o que Jocimar Farina alerta nesta terça-feira em GZH, em Projeto que amenizará congestionamentos na freeway e Assis Brasil ainda engatinha – Vias serão alargadas para dar conta da quantidade de carros; veja futuro traçado.

Siga o artigo do jornalista e o mapa das futuras obras.

“(…)

A zona norte de Porto Alegre tem hoje um dos principais gargalos do trânsito da Região Metropolitana. E o problema vem se agravando a cada ano.

Mesmo com quatro faixas, a freeway costuma apresentar lentidão em direção ao litoral entre a BR-116 e a Avenida Assis Brasil. Os finais de tarde são desgastantes.

O congestionamento surge da incapacidade de se conseguir dar vazão aos veículos na via municipal. Chegar até a Avenida Bernardino Silveira Amorim é um desafio.

A intenção da prefeitura é executar intervenções para qualificar o Acesso Norte – um corredor de ligação da zona norte com os municípios da Região Metropolitana. As avenidas Bernardino Silveira Amorim e Plínio Kroeff serão alargadas, de acordo com o estudo de viabilidade realizado.

Agora, a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana diz estar finalizando o estudo topográfico, que irá subsidiar a produção do termo de referência para a contratação do projeto executivo. Somente ao final de todas essas etapas será possível começar a obra.

Enquanto isso, a secretaria destaca que vem realizando pequenas melhorias na região e garante que o trecho já apresenta menor tempo de deslocamento em horários de pico. Dentre as adaptações que foram feitas, houve a proibição de conversão à esquerda da Bernardino Silveira Amorim para a Avenida Caldeia, no sentido centro – bairro. Também houve a realocação de um ponto de semáforo na própria Bernardino Silveira Amorim e a melhoria no pavimento em 3,5 km da avenida.

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tua avó está presa

Prezada Ana Cristina. Vou iniciar essa carta dizendo o que deve ser dito. Tua avó Delfina Maria não está viajando para a Chapada Diamantina, como te informaram, até porque, se

Leia mais »

Receba nossa News

Publicidade