coluna do silvestre

EXCLUSIVO | O que descobri sobre a GM andando em um Uber

General Motors deve parar por uma semana, de novo, em setembro que vem, para preparar linha de montagem de dois novos modelos da marca na fábrica de Gravataí

Andar de Uber quando o motorista é literalmente um “passarinho verde” tem lá suas vantagens, além do preço, claro!

Foi o que aconteceu comigo, há pouco.

O bem falante condutor do serviço de transporte individual por aplicativo coincidentemente é funcionário da montadora da General Motors (GM) no Complexo Industrial Automotivo de Gravataí (Ciag) há menos de seis meses.

Ao volante de um modelo da marca – que não vou dizer qual para não facilitar sua identificação dentro da empresa – o rapaz contou algumas coisas interessantes, e eu divulgo em primeiríssima mão, sobre o que se comenta na “rádio corredor”.

Vamos por partes.

 

1

Está prevista para setembro que vem uma nova paralisação da produção pelo período de uma semana. O objetivo é continuar, ou finalizar, a adequação da linha de montagem para a produção dos novos modelos que devem sair da fábrica da aldeia dos anjos.

 

2

A montadora e suas sistemistas, quase 20 empresas que fornecem insumos para a fabricação dos automóveis, têm atualmente cerca de 9 mil funcionários. Do total, cerca de 4,8 mil são só da GM.

 

3

Um importante sistemista, que produz motores, está por deixar o complexo, por força do final do contrato, não renovado com a marca que tem sede em Detroit, na terra do Tio Sam. Seus cerca de 400 funcionários já estão sendo treinados para usar no peito o crachá com a logotipia da GM.

 

4

Do novo projeto da General Motors para Gravataí, aquele do investimento de R$ 1,5 bilhão de 3 de agosto do ano passado, o carro “zero”, o protótipo, deve ser montado já no próximo mês de outubro. Mas o “passarinho verde” que me contou ainda não viu peças do carro.

 

5

O mais importante: Serão dois novos carros que vão ser produzidos nas novas linhas de montagem da GM Gravataí. Um sedan e um hatch. Tudo isso ainda de acordo com  o disse-me-disse do refeitório, pátio e corredores da imensa fábrica.

 

6

Não menos importante: Os modelos que serão fabricados na aldeia dos anjos devem ter motorização 1.0, normal, e – a novidade surpreendente! – 1.2. A ideia é produzir carros realmente econômicos ao nível do Onix, sucesso de vendas que está por emplacar o quarto ano como o carro preferido do consumidor das terras descobertas por Pedro Álvares Cabral.

 

7

Este item é só um detalhe: “Me contaram que o painel é o mais bonito de todos os carros da marca. E que a tela multimídia é maior do que a tela que está vindo nos carros top de linha atualmente”.

 

Como notícia não engravida, contei o que ouvi.

Se tudo isso vai se confirmar, só nos resta esperar.

 

LEIA TAMBÉM

Testamos o carro elétrico da GM

General Motors suspende produção do Onix e Prisma

GM faz 18 anos em Gravataí com carro 3,5 milhões

 

 

 

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade